3 de set de 2016

Vamos Falar de Representatividade?



Vamos falar de representatividade? Ou a falta dela, no caso.
Acredito que todos estão sabendo da novela “Sol Nascente”, né? Muitos atores nipo-brasileiros estão fazendo campanha sobre a representação, descarada, de orientais feito por ocidentais (yellowface), que está sendo essa novela. Uns colocam a desculpa de que os protagonistas são mestiços e por isso não teria a necessidade de se colocar atores nipo-brasileiros. Se era isso mesmo, por que o ator Ken Kaneko estava escaldo antes do Luís Melo? Se é que faria essa presepada, por que a frescura de fazer núcleo japonês?

Muitas pessoas não entendem a indignação e o movimento que está tendo em volta disso. Atores nipo-brasileiros que são sempre descartados e não recebem o merecido reconhecimento. Descendentes nipônicos que não se sentem nada representados.

Até quando japoneses serão representados apenas por estereótipos? Inclusive, parece que nessa novelinha aí, tem um personagem estereotipado... Alguma novidade? Nenhuma!

Não é de se estranhar isso vindo dessa emissora. Afinal, teve a vez em que usaram um ator branco para interpretar um personagem sul coreano, com direito a fita adesiva para puxar os olhos mais fala arrastada...

Como isso pode soar normal? De verdade... Como? Umas pessoas brancas falam que é frescura. Perguntam se agora só quem é descendente pode interpretar tal... Não é um pergunta óbvia? Acho que fica bem fácil criticar quando se é sempre representado, né? Fica fácil achar que é frescura quando você cresce vendo pessoas iguais a você nos programas, novelas, filmes e revistas...

Vi o comentário de uma pessoa falando que os orientais tem tanta força na voz, quanto os brancos... QUÊ? Como assim? Onde que não to sabendo? Se nós tivéssemos tanta força na voz, seríamos ouvidos faz muito tempo! Teríamos muito mais espaço! Estamos, relativamente, tendo um pouco de espaço por causa dessa presepada da novela, senão...

Vi um outro branquelo dizendo que era frescura ficarmos com isso e cagar para o movimento negro... Sim, entendo que o racismo dentro da comunidade nipônica contra os negros é bem forte, só que uns que conheço, que estão nessa luta sobre representatividade, não são. Fora que, isso invalida a nossa luta pela representatividade? Reconheço que a luta amarela é completamente diferente do movimento negro, inclusive já tretei com um cara, descendente de japoneses, sobre isso, porque o indivíduo adora colocar os dois movimentos no mesmo patamar, sem recorte, sem nada, ou seja, sem noção.

Essa novela é uma vergonha para a comunidade nipo-brasileira. Como eles puderam ter coragem de dizer que não encontraram atores e atrizes nipo-brasileiros para atuar? Como tiveram a coragem de fazer isso com mais de 100 anos da imigração japonesa? Ou vocês acham MESMO que com mais de 100 anos de imigração não exista atores nipo-brasileiros?
Aqui os vários atores e atrizes nipo-brasileiros



É de extrema falta de respeito, é de extrema falta de tato, é extremamente ofensivo esse apagamento que nós, de outra cor de pele, sofremos. Antes de falar que é frescura, me diga quantos atores e personagens, não estereotipados, nipo-brasileiros que você conhece...