28 de dez de 2015

Exercícios para auto-estima


Eu não ia mais escrever, mas estou desocupada e então resolvi escrever o que faz tempo estou querendo e só enrolava rs

Bom, para quem não sabe a minha auto-estima não é lá essas coisas. Se engana quem vê minhas várias selfies e acha que sou 100% comigo mesma. Já cheguei a chorar por ser "desse jeito". Estou melhorando aos poucos e tem dias que acordo me achando linda mesmo! Para quem tinha a auto-estima lá nos pés, é uma grande evolução! 

Tenho dois exercícios que me ajudam bastante e por isso vou ensinar para quem lê aqui! 

Primeiro o que acho que seja mais "fácil": em uma folha de papel escreva todas as suas qualidades, tudo mesmo, desde a sua unha até a sua alma (?). Se não sabe, tente se lembrar das coisas boas que seus amigos e amigas já falaram de você. Depois leia atentamente cada uma das qualidade e as exalte. Tudo que vem de dentro e com força faz com que você, automaticamente, se torne mais bonita. Você e as pessoas de fora vão te enxergar bonita. As pessoas passam a enxergar tudo que exaltamos, seja ela uma coisa boa ou ruim. Quanto mais você se depreciar, mais falar dos seus pontos negativos, mais as pessoas vão enxergar! Aliás, as pessoas VÃO passar a enxergar.

Agora o segundo: fique em frente ao espelho e se olhe fixamente. Fale, em voz alta de preferência, "Eu sou linda (o), maravilhosa (o) e ninguém pode comigo!", repita isso várias vezes e, de preferência, todos os dias. O cérebro funciona a base de repetição, então ele capta a sua mensagem e você começa a enxergar isso que falou, começa a enxergar a verdade que você se recusava a ver =) 
Esse exercício parece balela, né? Pois bem, posso lhe assegurar que funciona! Eu fiz e deu certo! Mas assim, você tem que falar com vontade, senão não adianta! Nas primeiras vezes que fiz isso, eu pensava "Aff, o que tô fazendo? Tô mentindo pra mim! Isso não vai dar certo...", mas resolvi persistir e deu certo! Não é um exercício fácil, por isso recomendo começar pelo primeiro que citei, caso você tenha sérios problemas com o espelho. 

Ame-se, empodere-se, mostre ao mundo o quanto você é maravilhosa (o)! Acredite no seu poder, na sua capacidade, você pode muito mais do que imagina! Você consegue muito mais do que imagina! Coisas e pessoas ruins, infelizmente, sempre estarão ou surgirão no nosso caminho, mas não desista! Por mais que você ache que não, você é importante


26 de dez de 2015

Tchau 2015!

Sim, eu sei que ainda falta uma semana, mas como acho que não vou escrever mais, vou fazer hoje. 

Esse ano só foi ruim para a vida profissional porque o pessoal, não lembro de algo tão ruim. Saí com algumas pessoas, tive vontade de lavar a boca com desinfetante por causa de uma dessas pessoas, aconteceram outras coisas, mas nada que tenha me marcado tanto.

Esse ano não chorei por ninguém, fui muito mais eu! É, foi um bom ano =) 
Um ano de mais desconstruções, aprendizados e reflexões. Ah, e libertações também, bem importante lembrar disso.

Hoje teve um almocinho especial, depois testei uma maquiagem que vi no canal da minha amiga e fiquei tão felizinha que consegui fazer bonitinho *-* 

Desejo que 2016 seja um ano melhor ainda! Tanto pessoal quanto profissional! 



Feliz 2016!

Obs: Eu ia escrever mais coisa, mas fiquei enrolando e me perdi xD

7 de dez de 2015

Eu e o Feminismo



Quando vejo postagens antigas, sinto vergonha por ter pensado e escrito aquilo! E isso é bom, porque me mostra o quanto evoluí! Vergonha por ter sido biscoiteira! Hahahahaha mas, né? Acontece. Acho que quando entramos no movimento, a maioria é lib e depois se encaixa em outra vertente ou não.

O feminismo tem me feito tão bem. Tenho aprendido tanta coisa boa, desconstruindo imposições sociais das quais nem nos damos conta que fora imposto. E ontem, tive uma prova concreta de que desconstruí algo bem grande e fiquei feliz *-* Fiquei bem feliz, mas não preciso expor aqui.

Sou feminista e assumo abertamente, mas não, não acho que sou a verdade absoluta. Ninguém é. Lógico que você tem todo o direito de achar que estou errada e não concordar com meus argumentos, só peço que não me ofenda e nem distorça o que falo.

Muitas pessoas tem a mania de dizer que feministas não aceitam "opiniões" diferentes, sendo que, o que não aceitamos é preconceito enraizado disfarçado de "minha opinião". Quando rebatemos, pacificamente, com argumentos válidos, as pessoas (em sua maioria homem) começam com agressão verbal e ofensas, dizendo que não temos argumentos (ou como aconteceu esses dias em que um guri falou que eu e uma amigas somos feministas porque somos feias. Daí se vê a maturidade da criatura), que não temos o que fazer, que somos feministas de internet e blá, blá, blá. Ah, sem esquecer os comentários clássicos: "Falta de louça pra lavar" e "Isso é falta de r***", como se homem fosse o centro da Terra e r*** fosse a resolução de todos os problemas. Continuamos a argumentar e sem encontrar uma saída, o que essas pessoas fazem? Tiram print, expõe e ridiculariza as feministas! Daí dica a pergunta: quem é que não tem o que fazer, mesmo? Aliás, qual a finalidade de expor, ridicularizar e fazer cyberbullying com as pessoas? Faz bem para o ego fraco? Jamais entenderei...

Por falar em feminismo de internet... Quem fala que isso não tem serventia de nada, muito se engana! Eu desconstruí e desconstruí amigas pela internet! Aliás, fiz amigas com base nas problematizações! Aprendendo e ensinando. Muitas mulheres fizeram denúncias graças as hashtags que foram inventadas do #meuprimeiroassedio e #meuamigosecreto (que infelizmente, teve homem brincando com os dois e mulher atacando mulher com a segunda hashtag). Acho totalmente errôneo julgar a pessoa como feminista de internet sem saber NADA da pessoa. Eu já fui chamada disso e só eu sei o que tenho que encarar no meu dia-a-dia. Só eu sei o quanto é irritante, se recusarem a aceitar minha voz e pedir pra falar com o "homem da casa".

Sou feminista e com muito orgulho! Meu lema é desconstruir e aprender todos os dias! É lutar todos os dias!