31 de out de 2014

Felicidade



Já li que muitas pessoas acham que precisam de um amor para serem felizes. Não concordo nem um pouco com isso. Eu acredito que ninguém pode depender de alguém para ser feliz. Primeiro temos que ser felizes sozinhos, para assim conseguir ser plenamente feliz.

Eu ia dizer que preciso de um amor, mas não. Na verdade, acho que dificilmente preciso realmente de algo, eu só quero. Exemplo: eu digo que estou precisando de um sapato vermelho, mas na verdade eu só quero, é só por "luxo". Por isso, eu quero um amor! Mas no caso não é por luxo rs

Vejo pessoas dizendo que quer um amor que as complete. Eu não, eu quero um amor que me complemente. Eu já sou inteira! Sou feliz e inteira! Por isso que digo que quero um amor que me complemente.

Antes eu achava que isso era "frescura", até ter alguém para dividir minha felicidade! E como agora não tenho mais, estou querendo de novo!

Quero um amor que me ensine e que eu possa ensinar também. Quero um amor que me permita ser 100% . Quero um amor que eu possa falar de tudo e mais um pouco! Que eu possa falar do Porta dos Fundos, passar pelo gyouza do Aska, depois falar de Bolsa Família e ainda depois poder beijar e ser carinhosa e depois rir de coisas triviais, tudo isso sem ficar um clima estranho!

Não, não é impossível porque eu tive isso, adorei e por isso quero de novo! Na verdade eu quero a mesma pessoa... Mas, parece, que ele está preferindo fugir a ser sincero comigo =(
Sim, acredito na filosofia do o que for pra ser, será, mas ficar vago assim é péssimo! O problema é que sou afobada e acabo estragando tudo ao invés de esperar ><

Enfim, pessoas sejam felizes sozinha, se amem e  assim vocês saberão e sentirão a verdadeira felicidade! =)

30 de out de 2014

Quero um mundo...



Quero um mundo em que haja menos falsidade e mais sinceridade. 
Quero um mundo onde as pessoas não fujam quando confrontadas, que batam de frente com a batalha. Seja no campo profissional quanto amoroso.
Quero um mundo com mais amor e menos ódio, aliás, sem nenhum ódio. Esse sentimento, o ódio, é forte e destruidor demais para se alimentar. 
Quero um mundo onde todos sejam igualmente respeitados, desde a florzinha até a pessoa idosa.
Quero um mundo onde não haja abandono de crianças e animais. 
Quero um mundo onde todas as crianças possam ser crianças, possam brincar e se divertir como deve ser.
Quero um mundo onde todos tenham acesso a uma boa educação.
Quero um mundo onde todos tenham um atendimento médico de qualidade.
Quero um mundo onde não haja egoísmo.
Quero um mundo onde as pessoas façam aquilo que gostam e não por dinheiro.
Quero um mundo onde todos possam ser livres de julgamentos e/ ou rótulos.
Quero um mundo sem desigualdades sociais.
Quero um mundo em que as pessoas respeitem a opinião do próximo.
Quero um mundo onde não haja medo. 
Quero um mundo só de paz, felicidade e muito amor ao próximo e no coração.

É, acho que estava um pouco filosófica hoje xD Sério, do nada me deu vontade de escrever isso... E gostei do que escrevi! Ontem escrevi sobre agradecer e hoje saiu isso... O que aconteceu, Yayoi? rs Não sei... Não sei mesmo!

Coisa boa? Na... Tô na espera... Na verdade acho que nem na espera. Li no livro "Um Sorriso ou Dois", que homem não some, ele perde o interesse. Então ok. Fiz a minha parte. Provavelmente dessa vez eu quem estraguei tudo, mas enfim. Fiz e não me arrependo... Tá, vai, só um pouco u_u Mas aquilo ia ficar preso na minha garganta!! Então que estrague tudo de vez! Ou não rs Bom, não sei...

Mas enfim, fiquem aí com meu poeminha bonitinho =)



28 de out de 2014

Agradecimento


Olá!

Você já agradeceu alguém, hoje? Pode ser aos seus pais por terem te concebido e se sacrificado para te dar o melhor. Algum amig@ que sempre está com você seja para rir, dar uns cascudos e o ombro para chorar. Ou até mesmo uma pessoa que você não gosta ou já foi sua amig@, mas agora já não é mais. E você pergunta "Por que eu a agradeceria, Yah?", é simples, porque ela te mostrou como NÃO ser. 

Eu mesma tenho uma pessoa assim e aqui vai: pessoa, muito obrigada por me mostrar e me ensinar como NÃO ser. Você é uma prova viva de como não devo ser. ^^


Uma pessoa especial, que te ajudou a extrair o melhor de você, que te fez enxergar além daquilo que você via. Bom, eu já agradeci essa pessoa... Foi ontem, mas agradeci. Provavelmente fiz merda, mas enfim... 

Eu sempre agradeço aos meus gatos pelo carinho e as crianças da creche também. Os abraço, beijo e brinco. 

E aí, agradeceu alguém hoje?

De novo...


Hoje, de novo, me disseram que sou melhor que muita gente, que meus princípios são raros e outras coisitchas. Bom, confesso que não entendo isso! Hahahaha Lembro da primeira vez que me falaram isso virtualmente e depois, essa mesma pessoa, me falando pessoalmente. Foi gozado porque eu não entendi bem o motivo, na verdade, não entendo ainda.

Sério, não é fazendo doce nem nada, eu não entendo mesmo. Não acho que sou melhor que outras pessoas e meus princípios... Bem, meus princípios acho que não são extraordinários, sei lá.
Uma vez, uma menina me perguntou se tudo que prego, eu realmente faço. Falei que sim e perguntei por quê, ela falou que é porque é difícil encontrar alguém tão certinha assim xD

Já me condenaram por ser certinha demais, disseram que eu perderia oportunidades. Eu não liguei muito porque esse é meu jeito, não conseguiria agir de outra forma. E, sei lá, acho que consigo ter mais respeito das pessoas. Exemplo: no primeiro dia em que fiquei com ele, foi meio engraçado porque ele colocou a mão na minha perna e logo tirou, falei que podia e ele falou que achou que não podia porque sou toda certinha e poderia não gostar. Falei que eu falaria pra tirar caso não pudesse.

Sou certinha, mas não sou boba. Falo não quando preciso, não faço questão de agradar todo mundo, mas nem por isso trato mal, muito pelo contrário, só não sou simpática, sou apenas educada.

Nunca achei que essa coisa me atrapalhou em alguma coisa e nunca imaginei que alguém, algum dia, me elogiasse por isso!

Eu mudei muito como pessoa, mas meus princípios nunca mudei e nunca vou mudar, aliás, quero passar isso para meus filhos.

Eu já tive a cabeça mais fechada, mas conforme fui me tornando adulta, fui lendo, pesquisando e mudei de opinião em alguns assuntos e aprendi sobre outros assuntos também.

Algumas pessoas se acham melhores porque se acham mais politizados, ou escutam um determinado gênero musical que a faz se sentir superior, ou por achar suas opiniões fodásticas desculpe >< ou por sua religião... Enfim, por uma série de motivos sem sentido. Eu já acho que cada qual com o seu melhor e pronto! Ninguém tem que achar que é melhor que o outro, ficar com prepotência e mimimi em cima do outro, julgando que o outro se acha e não se enxerga.

Aos poucos eu vou tentando me superar, tentando ser uma pessoa melhor, mas sem abandonar minha essência. Graças a uma certa pessoa, eu vi que tenho um outro lado. Ela extraiu o melhor de mim e me ajudou em muita coisa, inclusive com a minha auto estima. Hoje estou um pouco quebrada por dentro, mas logo me recupero =) Acho... Uma hora me recupero, isso é certeza.
Se eu não te mostrar o meu melhor, é porque você não merece, simplesmente.

Talvez quem ler isso aqui, vai achar que eu me acho demais, mas não. Não, ok?! Como disse lá em cima, não me acho melhor que ninguém, claro que não me considero uma má pessoa, talvez eu até seja uma boa pessoa, mas acho que isso não é coisa para eu dizer. Se eu for realmente, outras pessoas reconhecerão e dirão.

Antes de terminar o post, gostaria de fazer um agradecimento a essa pessoa: pessoa, obrigada por ter ajudado a eu enxergar um outro lado meu. Obrigada por ter extraído o melhor de mim. Obrigada por ter esclarecido uns assuntos pra mim. Obrigada por ter permitido eu ser 100% eu. Obrigada por ter gostado da Yayoi 100% ou se não foi 100% foi quase rs. Obrigada pelas muitas risadas e trapalhadas no metrô. Obrigada por ter cruzado meu caminho. Obrigada pelo carinho. Obrigada por ser meu amigo. Obrigada por tudo ^^

P.S - Oh, yeah, Yayoi sendo melosa como vocês nunca viram xD

26 de out de 2014

Infância, adolescência e vida adulta


Eu sempre leio muitas pessoas falando que gostariam de voltar a infância, voltar a ser criança e tal. Eu já não tenho muita certeza disso. Por que? Bom, não é que tive uma infância ruim, mas também não foi das melhores.

Eu passei a minha infância solitária pois meus pais e irmãos trabalhavam direto. Ficava completamente sozinha em casa o dia todo. Brincava sozinha, falava sozinha. Mas o pior não era só isso... Eu escutava vozes e barulhos e não tinha pra onde me refugiar! Eu tinha medo, muito medo.
Eu ficava sozinha, mas nunca me machuquei. Fui uma criança saudável que comia salada quando sentia fome a tarde (é sério!). Eu estava tão acostumada a brincar sozinha, que não me sentia bem e não sabia como brincar com outras crianças quando comecei a ir a escola ou quando ia para acampamentos da igreja. Era complicado porque nunca gostei de participar de gincanas e detestava fazer algo obrigada. Passei por coisas muito ruins na pré-escola, coisas das quais nunca mencionei para a minha mãe porque não queria atrapalhá-la com "besteira" da escola. Isso de achar "besteira" fui eu quem deduzi, ela JAMAIS falaria uma coisa dessa se soubesse o que aconteceu. Nem quando fui empurrada em um formigueiro, do qual sou alérgica, eu contei. Eu preferia que ela usasse um pouquinho do tempo vago dela para ficar comigo e não resolver coisas na escola. Coisas das quais sobrevivi.

Quando entrei no ensino fundamental, as coisas não melhoraram. Continuei a ser muito, mas muito zoada. Eu nunca briguei, sempre fiquei na minha só escutando quieta. Mas isso sendo uma coisa ruim porque acabei me tornando uma pessoa muito fechada, sem muitos amigos. Isso foi uma "arma" que criei para me proteger. Eu achava que me fechando, as pessoas não zoariam comigo por medo, não se aproximariam, logo, não me machucariam. Por um lado isso deu certo, mas por outro...

O lado que deu errado disso é que as pessoas realmente não se aproximavam de mim! Sim, medo. Acabei ficando fechada demais, não dava abertura para ninguém mesmo! Mas acabou que sendo involuntário isso.

Da minha adolescência não tenho nada pra falar porque ela, basicamente, consistiu em trabalho, trabalho e mais trabalho =) Não, não é uma reclamação. Foi bom o que passei. Claro que não desejo a ninguém, mas foi um ótimo aprendizado. Conheci muitas pessoas, vi que existe vários tipos de pessoa e aprendi a lidar com cada uma delas. E o que sempre digo, não sei o que teria acontecido comigo se tivesse continuado aqui... Uma coisa é certa, não teria conhecido minhas melhores amigas e muito menos ele...

Eu prefiro bem mais a minha vida adulta. Gosto mais da minha vida adulta. Ninguém mais me zoa, ninguém mais vai me jogar no formigueiro. Logicamente que nunca estamos livres de sermos machucados, mas depois de adultos, conseguimos lidar melhor com isso. Mesmo vozes que eu escutava quando criança e ainda escuto às vezes, não me assusta mais =)


25 de out de 2014

Eu...


Essa imagem já é mascote do blog rs

Título super original, como sempre, claro. Mas é que vou falar sobre mim mesmo, então nada mais do que o título ser "Eu" =)

Já falei sobre isso mais de uma vez, mas... Por que não tenho ninguém? Por que ninguém me paquera? Por que quando arranjo alguém para compartilhar minhas alegrias e que gosta de mim, ela é, simplesmente, arrancada de mim?

Vejo pessoas insuportáveis com marido/ namorado e eu sem ninguém... Injusto isso. Poxa, eu não sou uma má pessoa e também não sou feiosa u_u

Tá, não me considero linda, mas também não feia... Tá, já me achei feia sim. Hoje já me aceito e vou me esforçando para me aceitar cada vez mais.

Tem umas coisas que eu gosto muito em mim, meu corte de cabelo, por exemplo. Eu sou apaixonada por ele! Outra coisa é minha personalidade, ela é difícil, eu reconheço, mas eu gosto dela assim mesmo. Posso não fazer o gênero mulher delicada, mas gosto de como sou. Eu falo o que tem que ser dito, mas pondero as palavras. O problema é que acho que intimido as pessoas e não é por querer...

Eu quero uma pessoa que me permita ser eu mesma e que goste desse meu verdadeiro eu. Que conheça e goste do meu pior e meu melhor, aliás, que consiga extrair o meu melhor, aquele lado que nem eu conheço. Alguém que eu possa falar de absolutamente tudo, sem que fiquemos constrangidos ou incomodados com os assuntos abordados. Eu já achei essa pessoa, mas não sei se o terei de novo, assim como não sei se encontrarei um outro assim...

Um texto que achei legal:

"Me desculpa se eu não sou esse tipo de mulher, é esse tipo "padrão" que todos gostam.
Eu não tenho o corpo mais lindo, eu não tenho o cabelo mais liso e brilhoso, eu não costumo tirar fotos com os peitos de fora, eu não acho legal sair com 4 homens no mesmo mês.
Desculpa se eu não faço o gênero "eu pegava".
Desculpa por as minhas fotos não serem as mais curtidas, por elas não serem curtidas pelos "boys magias do momento", por elas só serem curtidas por amigas e amigos.
Desculpa por não achar lindo ser chamada de gostosa.
Desculpa por não ser interesseira.
Na real mesmo, eu prefiro estar fora dos padrões, prefiro ter a alma bonita ao invés do corpo, prefiro estar sozinha do que estar com gente que eu não gosto. Prefiro ter alguém que se interessa pela minha conversa do que alguém que não ta nem ai para a minha personalidade.
Prefiro correr atrás do meu sucesso do que pegar carona no sucesso dos outros.
Mas peço desculpa mais uma vez por não estar dentro do que você espera, mas felizmente a decisão de não estar nos padrões é minha.
E eu realmente prefiro ter o meu padrão do que ser padrão para os outros.
To feliz com a minha inteligência, meu bom português, minha não popularidade e meus amigos que são como eu.
Escolhi não ser superficial."
Autora: Brenda Lemos.
Quando li esse texto, bem me identifiquei =)
Bom, é isso, continuarei na luta de me aceitar e encontrar alguém para partilhar minha felicidade =)

Hm...


Hoje estava pensando em até comentar algo sobre o debate da Globo, mas mudei de ideia. Prefiro falar de outra coisa.

Esses dias estava pensando sobre alguns caras que passaram na minha vida. Não os que foi só uma paixão platônica, até porque a lista seria extensa xD Tá, falando sério agora. Vamos ver... Aos 14 anos me fascinei por um menino que trabalhava na loja ao lado do comércio dos meus pais. O chamarei de A. Ele tinha 15 anos, loirinho e tal. Foi a primeira vez que mandei uma "cartinha de amor", nem era de amor, mas é para simplificar. Foi a primeira vez que eu tomei a iniciativa, aliás, foi a primeira vez que estava gostando de alguém. Obtive resposta positiva dele! A primeira vez que saímos, fomos ao Mc Donalds, mas o desagradável havia almoçado e só ficou me olhando comer ¬_¬ Não deu em nada. Saímos uma segunda vez com uma amiga minha e um amigo dele que estava a fim da minha amiga. A intenção era do A ficar comigo e o amigo dele ficar com a minha amiga, mas naquela época, essa minha amiga era meio bestinha e não queria ficar com o fulano e acbou que ficando grudada comigo e não deu em nada de novo. Passou mais um tempinho, ele enrolou, enrolou e quando ele pediu pra ficar comigo, dei um fora nele. É, fi besta mesmo xD No ano seguinte, conheci uma menina que morava na rua acima da dele e fiquei sabendo uns podres dele e tal e até que ele havia feito uma aposta com os amigos de que ele conseguiria ficar fácil comigo! =O Graças a Deus que dei um fora nele ¬_¬

Depois foi aos 15 anos, me fascinei por um popular do 2º ano do ensino médio que na minha época era chamado de colegial xD , do qual chamarei de B. Depois fiquei sabendo que minha amiga também gostava dele, então eu resolvi abrir mão porque, pra mim, amizade é mais importante. Só que aconteceu que ele pediu para ficar comigo! Mas eu recusei e expliquei para ele o motivo e tal. Minha amiga nunca ficou sabendo disso, pelo menos não da minha boca.
Nesse mesmo ano, tinha um japonês amigo do B que queria ficar comigo só que o cabeção nunca chegou em mim e não sei por quê! Aliás, eu fiquei sabendo por terceiros que ele era a fim de mim. Disseram que ele sempre estava me olhando e cochichando algo com o B, mas eu, besta, nunca reparei!

Anos se passaram e já no Japão, aos meus 22 anos, acho, às escondidas fiquei com meu vizinho. Antes que perguntem, ele era brasileiro. Acho que ficamos uns 4 meses. E olha, graças a Deus que ele logo voltou ao Brasil porque já não estava mais aguentando a pressão dele! Ele ficava falando que eu tinha que ir ao motel com ele, que eu tinha que deixar ele ser meu primeiro, que eu tinha que fazer dele meu homem e blá blá blá. Quem me conhece, bem sabe que eu detesto que me digam o que eu devo ou não devo fazer na minha vida. Esse foi um dos motivos dos quais eu não fui com ele.

Mais alguns anos se passaram e voltei ao Brasil. Um dia, eu estava tirando xerox para um cara que eu reconheci que era do ensino médio, era um dos populares da escola. Percebi que ele estava me encarando, mas me fiz de cega. E então que ele perguntou se eu estudei na escola tal, neguei. Neguei porque eu quero apagar da minha memória, toda a época escolar. E ele me pediu desculpas e falou que eu parecia com uma menina que estudou nessa escola e que ele era a fim, só que quando ele pensou em se aproximar, ela parou de ir e ficou sabendo que ela ia para o Japão! Eu fiquei de cara com isso! Sério! Um popular a fim da minha pessoa?? Hahahaha
Não falei nada porque já havia dito que não estudei lá e outra, o cara tava noivo. Hahahaha

Daí se passaram mais alguns anos, eu já com meus 29 anos, conheci um rapaz por intermédio de uma amiga. Começamos a nos falar pelo Facebook, eu aqui em São Paulo e ele no Rio de Janeiro. Mas foi só no final do ano passado, acho, que começamos a nos falar diariamente e quase o dia todo. Falando sobre várias coisas, que aliás, ele é o único que consigo falar desde Porta dos Fundos, passar por comida, depois falar de política e depois ainda ser carinhosa. Na época ele estava namorando, então só brincávamos. Chegou em fevereiro deste ano, ele terminou o namoro e tal e comecei a nutrir um sentimento para com ele e ele idem. Aconteceu umas coisas e ele veio trabalhar aqui, finalmente nos conhecemos pessoalmente e começamos um relacionamento. Ele sim soube me respeitar em todos os sentidos, nos demos bem e foi bem legal, bonito e saudável o que tivemos. E então que aconteceu mais umas paradinhas, ele voltou ao RJ e nos afastamos por um tempo.

Meu sentimento não mudou, eu bem que tentei, mas não consegui. Eu não sei o que esperar do futuro, mas eu gostaria que o destino fosse lindo...

É, pensando bem, até que não fui tão rejeitada assim. Posso não ter sido popular, não ter ficado com 500, maaaaaas teve quem gostou de mim. O problema, é que, até hoje, eu que não dou abertura >_<

21 de out de 2014

Amor à Primeira Vista?



Eu não acredito em amor à primeira vista. Por que? Pelo simples fato do amor ser um sentimento muito complexo para ser à primeira vista, já que você vai ver só a aparência da pessoa. Como vai amar a pessoa pela aparência? Não existe isso! Ou pelo menos é o que eu acho.

Você pode se apaixonar, mas amar não...

Eu nunca amei ninguém... Acho... Nem esse único caso que eu tive... De verdade, eu não sei. Sei que gostava muito e estava gostando cada vez mais e, certeza, o sentimento só tendia a crescer. Ele foi muito especial pra mim. Me ensinou várias coisas, me abriu a mente para alguns assuntos, e o melhor, extraiu o melhor de mim! Extraiu algo meu que eu não sabia que existia! Confesso que mudei até no sentido de ser mais tranquila. Não estouro mais com a facilidade de antes. 

Eu bem gostaria que as coisas voltassem ao que era antes, gostaria mesmo, de verdade... Sinto muita falta, sabe? Não só pelo lado afetivo (?), mas pela amizade... Isso é o que sinto mais falta. Meu amigo e companheiro... Será que algum dia, no futuro? Posso até ser boba, mas a gente tem/ tinha tudo para dar certo, tudo parecia tão... Tão... certo, sabe? Quando leio uns textos sobre relacionamentos, vejo que o que a gente tinha, era saudável e natural... Alguns textos descrevem total o que éramos e isso me deixa feliz e triste ao mesmo tempo...

Não consigo me esquecer do que um morador de rua disse pra ele uma vez... Não vou falar o que foi, mas foi bem inusitado! Fiquei feliz, mas foi inusitado rs

Curioso...


Faz um tempo já que li um artigo e hoje também assisti a um vídeo sobre algumas coisas que alguns caras acham sexy e eu achei muito interessante.

Eu achava que os caras achavam sexy aqueles mulherões com corpão, provocantes, aquelas que chamam atenção por onde passam, mas não é! Ou pelo menos para esses caras não. Acredito que eles acham provocante sim, mas no conceito geral, eles citaram outras coisas.

Os vídeos que assisti hoje são do Frederico Elboni (sorriso lindo desse homi *-*), em um deles, ele falou que gosta, tem fetiche de mulher de cabelo curto! Ele citou uns por quês lá que agora não me lembro, mas sei que sorri sozinha aqui no quarto xD Eu sempre tive a certeza que os homens preferiam cabelo comprido por acharem mais sexy mesmo, claro que isso não me impediu de cortar o cabelo curto. E realmente, me senti muito mais segura depois que cortei curto. Meio que achei que me valorizou mais, sabe?! Às vezes sinto saudade do meu cabelão, mas não me vejo mais com cabelo comprido...
Em um outro ele citou cinco coisas que ele acha sexy e eu faço alguns sem saber! E como ele falou que se torna sexy porque a mulher faz sem saber, sai naturalmente. Se ela souber que aquilo é sexy, acaba forçando e perde a graça.

Li em um artigo que dentre cinco homens, quatro acham a timidez sexy! =O Eu fiquei realmente de cara com isso! Tá, dois homens já me disseram que a minha timidez é bonitinha... Um falou que é um tanto quanto cute me ver envergonhada e o outro falou que minha timidez é bonitinha... Ainda tô tentando entender onde que é bonitinho isso xD Mas ok, é ponto positivo pra mim!

E então eu cheguei a conclusão que sou sexy sim! Sou sexy naturalmente! Claro que pareço uma pedra, mas ao me conhecerem vão ver que não sou o que pareço. Não sou tão chata como andam falando que eu sou u_u

Já que agora eu sei que sou sexy, preciso me tornar mais confiante! É uma pena que eu esteja descobrindo isso só agora, aos 31 anos... Mas bem, acho que nunca é tarde para aprender a se amar! =)

19 de out de 2014

Variados


Dia desses, uma amiga me falou que eu pareço dar muita importância sobre certos temas, tais como: preconceito, feminismo, machismo... E pensando bem, isso é verdade. Eu gosto de abordar esses temas, mas também sei que nem todo mundo gosta. Me lasquei faz pouco tempo, mas ok xD

Quando eu abordo, não é para intimidar a pessoa nem nada, até porque não é proposital. Eu jamais intimidaria alguém. Não é para me mostrar ou sei lá o que, mas acho legal todo mundo parar para pensar e parar de olhar só para o próprio umbigo. Claro que você não precisa ter a mesma opinião que eu, mas também não pode me atacar caso as opiniões sejam diferentes. Quem não me conhece e escuta/ lê minhas opiniões, pode até achar que sou inflexível, mas não é bem assim. Tenho sim as minhas opiniões e sempre vou as colocar, mas se eu estiver conversando com alguém que saiba argumentar bem e me mostrar fatos, aí eu vou analisar, refletir e até mudar minha posição. Não sou uma porta!

Mudando de assunto: essas eleições estão tensas!! Não lembro de 2014 ter ficado tão assim! No Facebook tá quase impossível! Os pró- Aécio me enchem mais o saco do que os pró- Dilma! O que acho mais engraçado é que, algumas, pessoas parecem que vão votar no Aécio pelo simples fato de querer tirar o PT da presidência, não porque tem, de fato, um motivo de ser contra o PT. Corrupção? Escândalos? É? PSDB não tem nada disso, né? Uhum, sei... Nesse meio ninguém é santo, os que são e tentam limpar, acabam mortos como o Celso Daniel, ex-prefeito de Santo André.
O pior de tudo é eu vendo amigos ofendendo amigos por sua posição política! Isso não tem cabimento!

"Ah! Odeio a Dilma! Fora PT!", falou a pessoa com os remédios que pegou na Farmácia Popular. Cadê a coerência? Se não fosse o PT, você não ia conseguir pegar esse remédio de graça!

Uma coisa que fiquei e fico de cara são as pessoas, os médicos que criticam o programa Mais Médico, mandam a Dilma/ Lula ir se tratar com um médico cubano. Criticam dizendo que tem muitos médicos aqui. Ok. Por que foi mesmo que a presidente teve que "importar" médicos? Porque os daqui não quiseram trabalhar com os pobres, com os menos favorecidos! Claro, é mais bonito falar que trabalha no Hospital Sírio Libanês do que num "programinha" do governo. Já eu, acho mais bonito ter um trabalho humanitário no currículo, só acho. E outra, ninguém estaria lá de graça! Você virou médico para ajudar o próximo ao pela grana? Infelizmente, parece que hoje, muitos estão pela grana... Isso é muito triste!
O mais ridículo foi a total falta de ética dos ditos "profissionais" que vaiaram os profissionais cubanos que vieram aqui fazer o que os "profissionais" brasileiros se recusaram! Sim, entre aspas porque um verdadeiro profissional tem ética, tem decência e exerce sua profissional para salvar as pessoas e não apenas o seu bolso.

Vejo muitos dizendo que o PT está afundando o Brasil. Tá. Vi um ser que era pobre quando adolescente a agora mora em um lindo apartamento... Você conseguiu como mesmo isso, querido? Trabalhando, sim, claro, mas se o Brasil estivesse realmente afundando, você poderia se lascar de trabalhar que não conseguiria isso aí que você possui.
Se o Brasil estivesse afundando, ele não seria o país que mais reduziu a fome segundo a ONU.

Muitos amigos meus disseram que a vida melhorou depois do PT ter entrado no poder. Um deles, não gosta do PT, mas defende e enxerga as melhorias que este partido fez.

Infelizmente, não sou politizada. Confesso que só ultimamente que tenho procurado saber mais sobre esse assunto e por isso mesmo que não falo nada. Ao contrário daqueles que só repetem aquilo que vêem na tv. Pesquise, estude, reflita, formule uma opinião e depois critique.
Ah, antes que venham me perguntar: não, não sou pró-Dilma/ pró- PT, só acho injusto e ridículo a falta de coerência das pessoas.

E pessoas, não se pode cobrar APENAS da presidente, mas do governador e prefeito também, ok?! Afinal, não é só o presidente quem faz o trabalho todo.

Já falei sobre esse assunto mas... Qual é a dessas pessoas que insistem em dizer que são autênticas, mas na verdade são só mal-educadas e barraqueiras? Não entendo isso, sério! Uma falta de noção total. Lembrem-se ser mal educado é uma coisa, ser autêntico é outra completamente diferente! Cada dia mais dá vontade de chorar ficar na internet. Quando a gente acha que não dá pra piorar, alguém vem e nos mostra o contrário, infelizmente.

Agora vamos falar de coisa boa =) Há pouco tempo, um amigo muito querido voltou a falar comigo e eu fiquei muito feliz com isso. Se eu fosse aquela pessoa rancorosa de antes, nunca que teria aceitado conversar com ele de novo, segunda chance seria total falta de cogitação! Não estou esperando nada além da amizade. Sério. A nossa amizade é mais importante que qualquer coisa. Mandei presentinho de aniversário e uma lembrancinha para a mãe dele! Não a conheço, mas deu vontade de mandar algo ^^ O mais legal é que ela gostou muito da lembrancinha e isso me deixou muito feliz.
Daqui pra frente eu não sei o que vai ser, só espero que a amizade permaneça =)

18 de out de 2014

Hm...

Me dá nervoso quando vejo pessoas falando que tá pobre e miserável quem quer, não tem dinheiro porque não quer. Porque é um vagabundo acomodado e blá blá blá. Falam como se fosse a coisa mais comum um pobre morador de comunidade virar um executivo, dono de empresa.

Quem fala isso acha mesmo que quem é pobre gosta de estar daquele jeito? Estar passando dificuldade daquele jeito? Sim, é claro que tem os acomodados (apesar de ter isso em qualquer classe social), os com espírito de pobre que já se “conformaram” com aquilo e não fazem questão de tentar mover uma palha. Tá. Mas e aqueles que não tem como MESMO mudar? Não tem nem da onde começar! Sim, existe lugares assim ainda. Lá no sertão, sertãozinho do sertão, lugar onde não tem nada, lugar esquecido por todos... E aí? Acham mesmo que aquelas pessoas estão gostando de estar naquelas condições?

Infelizmente, nem todos conseguem as mesmas oportunidades. Aí um ser fala “Ah, Yah, mas tem que correr atrás do que quer! Não pode ficar esperando cair do céu. Não pode ficar esperando ajuda do governo.”, sim, concordo com você. Minha mãe sempre me ensinou que se você quer, lute para conseguir, corra atrás. Mas eu sei que nem todo mundo tem como fazer isso. Sim, eu sei do caso do cara que era catador de lixo ou sei lá o quê e se formou na faculdade. Só que nem todo mundo tem como.

Tem os que falam que “Quem quer, faz por onde”, é fácil falar isso quando você tem acesso fácil as coisas, quando tá na cara que você JAMAIS vai estar na miséria.
Infelizmente, não são todos que tem oportunidades. Sim, oportunidades, boas oportunidades. Digo isso por experiência própria. Vocês sabem por que, eu e minha família, fomos para o Japão? Aliás, por que TIVEMOS que ir ao Japão? Porque o dinheiro tinha acabado! Sim! Acabado mesmo, mesmo! Estávamos afundados! Não estou de zoeira! Graças a Deus, tivemos a oportunidade de ir ao Japão nos reerguer. Sinceramente? Não sei como estaríamos se não tivéssemos tido essa chance...

Seria bem interessante, se as pessoas parassem de julgar sem saber. Seria interessante se essas pessoas que condenam os beneficiários do Bolsa Família, passassem uma semana na pele deles e visse realmente como é e não só tirar conclusões do que vê na Globo e lê na Veja.

“Ah, Yah, mas essas pessoas que usufruem desse benefício, são um bando de vagabundos, não trabalham e só querem saber de fazer mais filhos para descolar mais do governo.”, sim, eu sei que tem dessas pessoas, mas quem faz isso é mau caráter mesmo e seria independente de ganhar o Bolsa Família ou não. Agora, vem cá, você que condena essas pessoas, acha o quê daqueles que trabalham só alguns meses e, praticamente, se sustenta com o Seguro Desemprego? É a mesma coisa, não? Tenho certeza absoluta que esses que se aproveitam do Seguro Desemprego são os mesmos que se aproveitariam do Bolsa Família! Ou seja, sem vergonha existe em todo lugar.

Será que essas pessoas que condenam tanto o Bolsa Família (inclusive falam Bolsa Esmola) sabem que muitos já saíram do programa porque conseguiram melhorar a vida e não precisam mais do benefício? Falam que deveriam dar é emprego ao invés de dar dinheiro. Tá. Mas quem vai querer abrir uma fábrica no sertãozinho? Sim, eu soube do caso da fábrica que iam abrir lá e ninguém apareceu porque não queriam trabalhar. Não sei até onde isso é verdade, não procurei, mas também tem que ver quais foram as condições que propuseram. Eu acho bem difícil uma pessoa recusar um salário mínimo por uns R$ 200 do Bolsa Família, que na verdade é só uma ajuda porque ninguém consegue se sustentar só com esse valor.

Então, antes de sair reclamando e xingando tudo só porque viu na Globo ou na Veja, pesquise em outros sites, procure saber mais, procure saber além daquilo que a grande mídia mostra. Antes de julgar qualquer morador de rua, experimenta tentar imaginar o tanto de coisa que essa pessoa passou para que ela esteja naquelas condições...


Não, não estou dizendo para você se tornar um voluntário ou um defensor dos direitos humanos e tal, só estou pedindo menos hipocrisia nesse nosso dia a dia. É fácil xingar os outros quando se tem papai e mamãe para bancar, quando se tem certeza que nunca passará fome ou contar a historinha de como o vovô lutou para conseguir o que tem e agora VOCÊ tem uma vida boa... Não acho justo você espalhar a história do seu vovô como se o mérito fosse seu. Não é, ok?! Coloque-se no lugar do outro só por um momento antes de sair xingando, ok?!

14 de out de 2014

Será?


Eu e esta imagem rs

Hoje eu fiquei pensando: será que sou uma pessoa interessante? Digo, no sentido mulher de ser... Assim, muitas vezes eu acho que não me encaixo mesmo e não sei explicar por quê! Eu até queria ser igual, sabe? Tem um jeito um pouco mais feminino, mas não dá! E eu acho que isso "atrapalha"...

Um amigo me falou que não, que sou diferente, que sou especial, e acho que ele não falou isso só porque estávamos juntos rs

Por que encuquei com isso? Não sei... Talvez porque um cara parecia estar interessado em mim e do nada perdeu o interesse... Não sei se é porque eu falei de mais, não sei se é porque falei o que não devia, não sei se é porque eu falei que sou brava... Então fiquei pensando... Sou? Não sou?

Bom, fútil eu sei que não sou, boba talvez rs Na verdade não sei mesmo! Não sei o que é que eu tenho ou não tenho... Queria saber... Não, não vou fingir ser o que não sou só para agradar, já que consegui agradar um com meu jeito de ser.

Uma coisa que preciso melhorar muito ainda é minha auto-estima. Ela ainda é baixa =( Por mais que minhas amigas me digam que sou bonita, não consigo muito ver isso no espelho e sei que isso acaba comigo! >< Tem dias em que me acho gata, mas geralmente não... Sinto "inveja" dessas pessoas com a auto-estima alta!

Me sinto triste, às vezes, por não atrair o sexo oposto, sabe? Preciso trabalhar mais isso...

7 de out de 2014

Semana das Crianças


Na creche onde sou voluntária, essa semana está sendo apenas recreação por ser a semana das crianças porque domingo o dia é delas.

Hoje teve show de fantoches e é tão gostoso ver a empolgação delas, escutar a risada gostosa e verdadeira delas, ver o semblante aluminado por estar vendo aquilo.

Eram dois homens que estavam comandando o show e, ó: eram gatos xD Sério, eu AMO ver homem com criança e animais, acho, sei lá... Sexy, talvez... =P Acho que deve ser tipo de um fetiche xDD

Trabalhando, convivendo e conversando a gente percebe o quanto a gente perde da pureza delas conforme vamos crescendo. Aquela coisa da sinceridade, de achar graça das pequenas coisas, da curiosidade, do raciocínio, que muitas vezes são lógicos, mas não se encaixam na realidade. Perdemos tantas coisas... É uma pena a gente não conseguir viver nesse mundo com a pureza de uma criança.

Crianças demonstram seu amor de um jeito verdadeiro e não espera nada em troca. Eu recebo muitos beijos, abraços e amor de cada uma daquelas crianças. Eu dou muita risada com elas. Brinco, rio, converso, mas também repreendo quando preciso.

Sempre digo e torno a repetir: trabalho voluntário foi uma das melhores decisões que tomei na minha vida! Espero conseguir seguir com isso pelo resto da minha vida! Quero passar isso para meus futuros filhos =)

5 de out de 2014

Vários


Hoje resolvi que vou falar de alguns assuntos. Eu ia falar sobre as eleições, mas como não sei bem sobre isso, digamos que ainda tenho uma posição muito rasa quanto a isso. Sim, é uma vergonha, eu sei. Mas a coisa é que eu quero ter uma posição e uma opinião política independente do que meus pais ou muitas pessoas falam. Não quero dizer que sou contra algo sem ter um argumento válido, mesmo que medíocre, para tal. Ladrão por ladrão, todos os partidos são, então...

Ok, vamos começar: homofobia. Gostaria MUITO de saber por que a orientação sexual do outro interessa tanto. Sério, não me interessa nada disso! Não me interessa o que ele está fazendo (ou como está usando) com o orgão reprodutor dele! A única coisa que me interessa é o caráter, só! Já vi pessoas dizendo que gays são barraqueiros, que gays são intolerantes, que gays são mal educados e blá blá blá. A questão meus caros, é que a pessoa não é assim porque é gay, a pessoa é assim porque é assim! Esta seria tão barraqueira, intolerante e mal educada quanto se fosse hétero. Não foi a orientação sexual dela que a fez ser assim. Pensar que ela é assim por causa disso, é burrice, não? Ou vai me héteros não são barraqueiros, intolerantes e mal educados? Ah vá! Os clientes mais mal educados que tenho são os héteros ou pelo menos aparentam ser.
Tem muitas pessoas que não entendem a luta pela causa gay. Não sei quem foi a pessoa infeliz que começou a propagar que eles querem mais direitos e mais um monte de baboseira. Não... Tipo... Não, ok?! Eles não querem mais direitos, eles lutam para ter os MESMOS direitos. Por que eles não podem se são PESSOAS iguais? Eles tem dois olhos, um nariz, uma boca, duas orelhas, duas mãos, dois braços, duas pernas e dois pés, por que ele tem que ser tratado diferente? Sexualidade não faz caráter de ninguém, tá?! A pessoa não é menos porque é gay!
Dia desses me perguntaram assim "Eu não tenho nada contra os gays, só acho errado. Você não acha errado?" e a minha resposta foi "Não, não acho. E se os gays achassem que ser hétero é errado?".
Uma pessoa não vai ser FDP porque é gay, ela vai ser FDP porque é uma PESSOA, simples esse raciocínio, não?

Racismo e Xenofobia: Acho INCRÍVEL como ainda existe racismo aqui no Brasil! Tá, eu sei que não é só aqui que existe, mas eu falo mais daqui porque o Brasil é o país mais miscigenado que existe! Muito difícil encontrar, aqui no Brasil, alguém que seja sangue puro. Não entendo essas de racismo e nem sei se quero entender. Por que o negro é pior? Por que os orientais sempre tem que "aguentar" piadinhas do "flango", "catupily" e afins? Por que tudo que é feio tem que falar que é "baiano"? Por que diminuir os nordestinos? Por que falar que nordestinos são um bando de vagabundos que só "sujam" São Paulo?
Uma vez, um cliente falou que odeia negros, baianos, catador de papelão e catador de latinha. Eu fiquei chocada quando ele falou isso. Eu, com minha boca grande, perguntei por quê, já que os catadores não estão pedindo esmola. Ele apenas falou que não gosta, que eles são a escória da sociedade e que já até pesquisou sua árvore genealógica por medo de ter um negro na família. Eu quase ia abrir minha boca para rebater, mas achei melhor me calar. Eu já não gostava muito desse cliente e a partir desse dia, passei a ter nojo dele! Ele falou que não tem nenhum negro e nem nordestino na família, o que achei muito estranho, já que os traços dele são claramente de negros, mas enfim.
Tem pessoas que falam que os nordestinos só vem para São Paulo para virar mendigo. Será que as pessoas não sabem que muitos vem pra cá porque são enganados? Muitos resolvem vir pra cá na ilusão de ganhar dinheiro. O safado vai para o norte, nordeste falar que eles conseguem um salário alto vindo pra São Paulo e tal. Eles olham os números e são maiores, só que parece que esquecem de avisar que o custo de vida daqui também é maior. Os safados prometem mundos e fundos, a pessoa vem na maior inocência e chegando aqui não tem nada, muito menos dinheiro para voltar para sua terra natal, então o jeito é morar na rua. Eu acredito que ninguém está na rua porque gosta. Muitos estão desenganados com a vida, já não confia mais nas pessoas então prefere ficar nas ruas. Ninguém sabe o que se passou na vida daquela pessoa para que ela tenha chego naquela situação. Não é certo julgar ninguém. Eu já julguei sim, e muito porque já escutei muita coisa aqui em casa, mas depois que escutei umas histórias quando fui me inscrever para começar o voluntariado e mesmo histórias dos próprios moradores de rua, eu mudei um pouco a minha visão.

Machismo: Até quando será? Fico pensando se algum dia ainda verei um mundo totalmente igualitário. Eu já tive pensamentos machistas sim, tinha um pensamento nada a ver sobre o comportamento de algumas mulheres, mas isso só se deu porque nós nascemos e crescemos em um mundo machista. Depois que comecei a ler mais, comecei a refletir mais sobre alguns assuntos e mudei de opinião.
Na papelaria aparece uns machistas de vez em quando, percebo só pela maneira que ele me trata e pela maneira que trata meu irmão. Alguns mal cumprimentam eu e a moça que trabalha comigo, mas ao vir meu irmão já fala "E aí, amigo?", cumprimenta todo feliz ¬_¬ Quando percebo que o cara é machista, eu atendo bem seca. Tá, eu sei que não deveria, mas é mais forte do que eu Hahahahaha
Uns pedem, e insistem, por desconto, eu digo que não e insisto no não e eis que alguns vão até meu irmão pedir! Meu irmão fala "Se ela já falou que não, é não!" ADORO! Tem alguns que pedem para chamar meu irmão, chamar o dono, o homem, eu falo "Não vai adiantar chamar ele, eu sou dona daqui também." ou "Eu sou a dona daqui", é engraçado ver o cara baixando a bola quando eu falo isso! É, sério, é muito engraçado, dá gosto, sabe? Tem uns que dão uma piscada, fazem cara de sedução achando que conseguirão descontos... Coitados, sabem de nada, inocentes.

É muito triste ler certos comentários vindo de mulheres, dizendo que o movimento feminista é ridículo e que ela não precisa daquilo e blá blá blá. Tá, ok. Se ela não acha nada de mais o fato de que muitos homens ainda diminuem as mulheres, ok. Se ela não acha nada de mais o fato de que muitos homens ainda dizerem que as mulheres DEVEM ser submissas, ok. Se ela não acha nada de mais o fato de dizerem que ao ser estuprada a culpa é da mulher, ok. Direito dela achar tudo isso.  Você tem o direito de não ser a favor do feminismo, mas não tem o direito de xingar quem faz parte do movimento. Não apoiar é ok, mas DEVE se respeitar.
Muitas não sabem a fundo o movimento feminista, eu mesmo não me aprofundei nesse assunto ainda, sabem só rasamente e já saem metendo pau! Tá, sei que tem umas que estragam o movimento por certas atitudes, mas em qual movimento não se tem a(s) laranja(s) podre(s)? Então, antes de sair xingando, estude, pesquise, analise e depois forme sua opinião e com argumentos válidos de preferência.

Bom e é isso. Esta é minha opinião sobre esses assuntos. Algum dia eu falo mais, é legal falar de assuntos polêmicos =)

1 de out de 2014

Perdoar


Já falei sobre isso, mas eu gosto de voltar temas =)

Você conhece, realmente, o valor do perdão? Difícil, né? Muitas pessoas dizem que perdoam, mas no fundo mesmo guardam mágoa. Falo com certeza disso porque tem uma pessoa muito próxima que é assim. Dizem que querem o pedido de desculpas da pessoa que errou, e quando a pessoa faz, esta não faz a parte dela que é perdoar.

Eu aprendi sobre perdoar em casa e na igreja. Minha mãe sempre me ensinou sobre isso, mas ela mesma não o pratica. Ela diz que sim, mas eu sei que ela guarda mágoa no coração e isso já a consumiu muito. Guarda mágoa de coisas que aconteceram há mais de 30 anos! Tento conversar com ela, mas quem falou que adianta? ¬_¬

Eu já fui uma pessoa muito rancorosa. Guardava mágoa mesmo, guardava raiva, voltar a falar com a pessoa, era total fora de cogitação! Não queria ver a pessoa nem pintada! Dar segunda chance? NUNCA! Isso era algo que não existia pra mim. Tá, confesso que, dependendo da cagada da pessoa, segunda chance não existe mesmo. Perdoo, claro, mas não quero mais contato. Porque é o que falei, perdoo por mim e não por ela.

Contar uma coisa que aconteceu comigo: há uns anos, estava no Japão ainda, eu briguei feio com uma menina que havia conhecido na internet. Ela veio toda estúpida me insultando por coisas que não fiz. Brigamos e eu fiquei com muita, mas muita raiva dela porque uma das coisas que mais detesto é que duvidem do meu caráter. E então eu trabalhava com dor de cabeça, de cara feia, sempre me sentindo muito cansada, desgastada, com muita raiva mesmo. E um belo dia, trabalhando (claro xD), comecei a pensar “Certeza que ela não está mais pensando nisso. Ela tá cagando e andando pra mim e eu aqui, idiota, me desgastando! Bom, vou perdoar e tirar esse peso de mim! Afinal, não fiz nada de errado! Uma hora ela vai saber da verdade.”. E foi assim, perdoei, parei de ficar pensando nisso, de ficar demonizando a pessoa e deixei isso pra trás. Sabe o mais incrível? É que ela reconheceu o erro, mas não tinha cara de vir se desculpar porque o que ela fez comigo foi horrível e não sabia qual seria minha reação! Como sei disso? Ela confessou para a minha irmã. =) Fique feliz, né? Fiquei feliz porque estava com a consciência e o coração limpo, não havia feito nada de errado, fui apenas acusada injustamente, fui vítima de mentiras.

A partir desse dia, eu passei a perdoar à todos que já me fizeram algum mal, me magoaram e tal. Pra quê guardar rancor? Faz mal para o coração. Ele fica muito pesado.
Perdoar não é algo fácil, mas é importante. Nem tanto pela pessoa, mas sim por você mesmo. Guardar raiva, mágoa é muito desgastante, faz muito mal pra gente. E nem vale a pena, na verdade.

Já me perguntaram como eu consigo. Pensem comigo: se Deus nos perdoa por erros muito piores por que eu não seria capaz disso?


Enfim, perdoe e sinta-se mais leve! Vai por mim ^^