30 de ago de 2014

Superioridade


Eu queria saber por que existe pessoas com complexo de superioridade. Por que tem pessoas que gostam tanto de humilhar o seu próximo? Se acham muito mais inteligentes e espertos que os outros? Se acha um melhor empreendedor que o outro? Por que mandam um papo te desestimulando? Sério, eu não entendo isso.

Eu tenho um exemplo bem pertinho de mim, infelizmente. Essa pessoa sempre vinha com o mesmo papo pra cima da minha irmã: que era melhor ela desistir da faculdade por causa da idade. Sim, tentou a desestimular, legal! Mas isso só a reforçou! Ela está perto do final!

Essa pessoa gosta de dar pitaco em tudo quanto é coisa da minha papelaria! Nem pedimos opinião de nada e fica lá falando e falando como se só ele fosse entendido, como se só ele soubesse como trabalhar, como se só ele fosse um bom empreendedor e nós, eu e meu irmão, fossemos uns babacas perdedores e nunca vamos conseguir ir pra frente e nem enriquecer porque temos o pensamento pequeno. Ele não falou com essas palavras, mas é bem por aí!

Ele é tão insuportável que o bloqueei no Facebook porque eu não conseguia postar em paz. Sempre tava o cabeção com alguma opinião irritante! Nem brincar com as minhas amigas eu podia mais que lá estava ele dando pitaco ¬_¬ Eu evito de ficar no mesmo recinto que ele por dois motivos:
1 - Não quero me estressar
2- Não posso/ quero ser mal educada e discutir com ele

Uma coisa que é ridícula é um dos princípios dele: funcionário é funcionário, patrão é patrão. Sim, ele não se "mistura" assim como a mãe dele. Eles dizem que não dependem de funcionário e que o funcionário é quem depende deles. Não tá gostando? Vai embora, fica quem quer.
Eu já penso completamente diferente. Parto do princípio em que funcionário bem tratado vai trabalhar melhor. Assim, eu não gosto muito de colocar essa coisa de "patrão" e "funcionário". Gosto de conversar, brincar, interagir. Acho que um depende do outro, sabe. Se patrão não depende de funcionário por que contrata? Acho que se eu tratar bem, o funcionário vai se sentir melhor, vai trabalhar bem e me ajudar também. Porque se ele atende bem os fregueses, esses sempre voltam e indicam. O funcionário me ajuda a ganhar dinheiro e assim eu posso pagar o salário dele em dia e até aumentar, se possível! Seria meio que uma "troca"

Ninguém é melhor que ninguém! Já me disseram que sou melhor que muita gente (é verdade, meu amigo me disse isso mais de uma vez e não, não é porque ele queria me pegar xD), eu nunca entendi muito bem o por quê disso, mas agradeci. Não me vejo melhor que ninguém. Talvez ele tenha dito isso porque meus princípios e valores são diferentes do que de algumas pessoas... Não sei...

Mas enfim, se você tem complexo de superioridade eu só tenho a lamentar por você. Pra mim, quem tem complexo de superioridade é assim porque sabe que no fundo é um bosta e só consegue se sentir melhor, humilhando os outros... Tsc, tsc...

23 de ago de 2014

Insegurança



Eu sempre fui insegura, hoje estou um pouco menos, mas ainda assim a insegurança me ronda. É uma coisa chata isso, porque eu sei que ela transparece.
Sou segura no eu pessoa, no que eu penso, no meu comportamento, mas o eu exterior, a minha “embalagem”... Pode ser que soe hipócrita da minha parte porque eu vivo falando que hoje em dia as pessoas se importam muito mais com a beleza do que com a essência. E eu deveria, apenas, conviver com o meu pensamento: quem gostar de mim vai gostar de quem eu sou. Sim, isso é verdade, mas quem não gosta de receber olhares na rua? Não olhares invasivos e muito menos cantadas escrotas, mas sim aqueles olhares que nós, mulheres, damos quando passa um cara gato.
Se eu recebo olhadas na rua? Não sei, não presto atenção. Aí você fala “Mas assim não vale, Yah!”. Tá, eu explico: antes eu tinha em mente que não atraía os homens, que não fazia o gosto do sexo oposto. Sim, eu sei que pensar assim faz com que eu não atraia mesmo, por isso que mudei. Mudei o pensamento, não o comportamento. Outra coisa é que, às vezes, ando distraída xD

Não, não me acho bonita, nunca achei. Hoje em dia, tem dias que me enxergo bonita sim, mas normalmente... Feia? Não, antes eu me achava feia sim, hoje me enxergo apenas... Hm... Não muito bonita, uma “normal”, digamos assim. Nos dias em que me arrumo bem, me acho gata, mas não é sempre que me arrumo bem. Para vir trabalhar não dá para ser do jeito que me visto para passear. Tem mulheres que utilizam da maquiagem para elevar a auto estima. Eu já não gosto disso. Não só porque não sei me maquiar, mas é que eu me gosto ao natural mesmo. Só passo batom porque gosto de uma corzinha na boca. Enquanto umas se elevam com maquiagem, eu prefiro me elevar me vestindo bem. Antes eu me importava muito com o que os outros iam pensar de mim se vestisse tal coisa, hoje já não me importo mais! Sei que me visto bem e é o que gosto de usar e pronto! Ninguém tem nada a ver com isso! Uma amiga e um amigo disseram que me visto bem e isso me deixou feliz!

Digamos que minha auto estima está melhorando aos poucos e que uma pessoa contribuiu com isso. Sim, eu sei que não é preciso uma terceira pessoa para que eu me sinta bem, mas pra mim foi “necessário”... Tá, não necessário, mas me ajudou bastante.

Mas a minha insegurança me lascou... Quero dizer, me lascou porque eu não soube lidar com ela... Sou insegura e tava com alguém que é super seguro de si, que é popular e aí só “podia” dar merda... Deu merda porque eu “quis, né? Mas bem, não acho que está totalmente perdido. Não, não estou esperando nada, de verdade. Se vier é lucro, se não vier, paciência... Ainda somos amigos, acho...
Aprendi que não devo “jogar” a minha insegurança nos outros. Se estou insegura, devo lidar com isso sozinha! Devo resolver sozinha! Mas enfim, foi um aprendizado. Foi chato, mas foi um aprendizado.

Me arrependo do que fiz? Um pouco, mas fazer o quê? Não me sinto totalmente culpada pelo acontecido.

Bom, aos poucos vou mudando e gostando mais de mim. Afinal, se eu não gostar, quem vai? ;)

21 de ago de 2014

Igualdade


Será que algum dia, nós mulheres, conseguiremos acabar com o machismo? Quando será que a palavra "mulher" vai deixar de ser pejorativo? Sim, tem horas que essa palavra é dita como ofensa, exemplo: "Ah, pare de se comportar como uma mulherzinha!", "Para de ficar chorando, João! Parece uma garotinha!", "Você joga futebol feito uma mulher!", "Hahaha, o Zé dirige tão mal quanto uma mulher", e assim por diante. Aí fica a pergunta: Por que? Por que tudo que é ruim é como "mulher" faz/faria? Por que homem não pode chorar? Ou só mulher que tem sentimentos e podem chorar? Até onde eu sei, todos temos sentimentos, logo, todos temos o mesmo direito de mostrá-la.

Eu ainda não entendo como até nos dias de hoje, hajam tantos homens que se acham superiores as mulheres... Por que? Só por que tem um treco no meio das pernas? Meu, amigo, sinceramente? Grande porcaria! Vocês podem ter uma coisa no meio das pernas, mas eu tenho peitos e aí? Eu posso gerar uma criança, você pode? Não, não estou falando que as mulheres são melhores por poderem gerar uma criança.

Ninguém é melhor que ninguém! Pode ser que os homens tenham mais força, mas isso não os torna superiores! Eu já carreguei lata de ovo de 13 kgs e umas outras coisas pesadas que alguns homens não aguentavam direito e por isso sou melhor? Não, só tenho mais força que eles!

Homens "cantando" as mulheres na rua e ainda juram que elas gostam... Não, cara, não. Não é legal. Não é legal escutar de um cara qualquer te chamando de gostosa. Não é porque estou com um certo tipo de roupa que eu quero que você me cante, passe a mão ou me estupre. NÃO! Pode olhar, mas não tocar. Eu posso andar nua que ainda assim não quer dizer que estou pedindo para ser estuprada. O corpo é MEU e ninguém tem direito em cima dele a não ser eu, ok?! Você só pode me tocar se EU permitir. Não, nem passar a mão na minha perna não pode. A perna é minha e eu não lhe dei esse direito.

A sociedade ainda continua muito machista e até algumas mulheres são. Desaprovam o movimento feminista sem saber ao certo como é, tiram base pelo o que os homens falam e fica por isso mesmo, dizendo que não precisa do movimento feminista. Ok, algumas feministas eu não gosto mesmo, mas já expliquei o motivo em um post anterior. A única coisa que eu quero é igualdade.

Eu ia falar que não gosto de homem babaca, mas lembrei que não gosto de mulher babaca também, então é melhor escrever: não gosto de gente babaca, pronto xD
Pra mim nunca teve diferença porque aqui em casa nunca foi assim. Meu irmão lava a louça e limpa a casa quando precisa, ele sabe fazer. Não gosta, mas sabe fazer. Como? Minha mãe ensinou. Ela sempre fala que precisamos saber fazer tudo para sobreviver e não depender dos outros e não existe essas de tarefas domésticas é coisa de mulher, não. Todos trabalham igual, a mesma carga horária, usufruem e sujam a casa, então todos tem que fazer a sua parte. E daí eu tiro que isso vem mesmo de casa. Se mamãe e papai fica naquilo de só ensinar a filha a fazer as coisa, o filho vai crescer achando que não precisa, que é coisa de mulher. Por isso eu digo que quero me casar com um cara que me ajude em casa. Me ajude em todos os sentidos! Aliás, um vai ajudar o outro!

Infelizmente, não sei se, realmente, algum dia a sociedade deixará de ser machista...

19 de ago de 2014

Aprendizado


Acho que em todo relacionamento a gente leva um aprendizado. Quando se termina um relacionamento, alguns costumam colocar a culpa no parceiro (a) pelo relacionamento não ter dado certo, sendo que o relacionamento consiste de duas pessoas.

Pra mim, quando termina, houve erros dos dois lados. Sim, os dois erraram. E daí que se tira o aprendizado. É com cabeçadas que se aprende!

Aconteceu uma coisa comigo recentemente. Fiz coisas das quais me arrependo, taquei a merda no ventilador e forcei a saber de tudo. De tacar a merda no ventilador, não me arrependo. Me arrependo do que fiz antes, mas já foi. Aprendi e não cometerei mais o mesmo erro.

Conversem! Sempre! Com diálogo tudo dá pra se resolver! Inclusive, o que aconteceu comigo daria para ter evitado muita coisa se ele tivesse aberto o jogo pra mim...
No meu caso, na minha opinião, não houve um culpado, nós dois temos a nossa parcela de culpa. Não estamos brigados, apenas afastados.

Não sei mais no que vai dar ou se ainda vai dar em algo, mas não posso ficar esperando... Ainda gosto dele, mas não posso ficar na expectativa sozinha sem que eu tenha algum resquício de que possa acontecer algo.

14 de ago de 2014

Felicidade


É fácil ser feliz? Mais fácil do que você imagina. Tem pessoas que acham que só serão felizes se forem ricas, outras se obtiverem sucesso, outras se tiverem um bom status na sociedade. Tá, ok, cada um vê a felicidade da sua maneira, mas... Será mesmo que você será verdadeiramente feliz com essas coisas superficiais?

A felicidade você encontra nas pequenas coisas, encontra em você, nas coisas em que te satisfaz como ler um livro, assistir um filme ou série, brincar com seu animalzinho. Pode parecer idiotice, mas eu encontro a minha felicidade nos meus gatos e no carinho imenso que recebo das crianças ou até mesmo um sorriso de uma criança que aparece na papelaria. Eu fico feliz até comendo um doce!

Eu já fui infeliz. Eu não vivia, apenas existia. Achava tudo monótono e me achava um cocô de tão desinteressante. Aos poucos percebi que a felicidade tem que vir de mim! Tem que vir de dentro! Ninguém vai conseguir me fazer feliz se eu não estiver comigo mesma!

Por isso que dizem que encontrar um parceiro (a) ideal, não é sua metade, não é quem vai te completar, a pessoa vai te complementar. Você tem que ser completa sozinha!

Encontre a felicidade dentro de você primeiro! Mas não se apoie em coisas superficiais, essas coisas acabam...
Sabe o jeito mais rápido de ser feliz? Sendo você mesmo! Assumindo quem você é! Só assim você vai conseguir ser feliz de verdade! Viver só de aparências ninguém merece!

Enfim, bora ser feliz?! ;)

4 de ago de 2014

Hm...




Uma coisa que eu sempre questiono e fico até com raiva na verdade é o padrão de beleza imposto pela mídia.

O bonito agora é ter a barriga zero. Você só vai conseguir um namorado se for magra. Você só vai ser bonita se for magra. Só vai conseguir alguma coisa se for magra...

NÃO, CARA! NÃO!

 Sério. Isso está cada vez mais bizarro, cada vez mais doentio! Está tão doentio que hoje em dia, usar manequim 44 já é considerado plus-size. Como assim, cara? 44 plus-size? Nunca! Se continuar assim, logo serei considerada plus-size e eu uso manequim 38/40 (sim, algumas calças jeans preciso comprar 40). Até pouco tempo atrás eu era considerada magra, agora já não sei mais! Sou o que? Meio termo?

Me dá raiva esse tipo de coisa! Tá, confesso que eu já quis ser mais magra, achava bonito ser mais magra, mas nunca falei que só é bonito quem é magro. Até porque tem umas gordinhas que são mais bonitas que muitas magras por aí!
O que me dá raiva mesmo é quando dizem apenas pelo lado estético da coisa e não pela saúde. Mas falar, minha irmã já foi bem gordinha e nunca teve problema de saúde!

O problema maior dessa mídia é que tem muitas meninas cabeçudas que fazem de tudo para se encaixar nos padrões de beleza e no final nem são, realmente, felizes. Por que? Porque querem apenas se encaixar e não estão sendo como elas são. Não ficam satisfeitas com o que vêem no espelho e ficam sem comer, fazem dietas malucas sem a supervisão de um nutricionista, ficam obcecadas pela beleza.
Não estou criticando as pessoas que gostam de fazer dieta, vejam bem. Tem aquelas pessoas que gostam de sempre fazer dieta, beleza, mas façam com a supervisão de um profissional. Se quer manter a saúde em ordem, ótimo, mas não apenas pela obsessão da estética.

Eu nunca tive a auto-estima alta. Já sofri muito bullying por ser oriental, pela minha aparência mesmo, me escondia em roupas largas e sentia "inveja" das magrinhas, mas eu nunca me esforcei para tentar ser igual. Tá, vou confessar que já senti "raiva" de ser oriental, queria ser "como todo mundo", mas foi um breve tempo. Eu sempre, sempre mantive o pensamento que se alguém fosse gostar de mim, ia gostar do que eu sou e não da minha aparência. Sim, já houve um tempo em que eu, digamos, me enganava com esse pensamento. Sim, eu achava que nunca ia arranjar alguém, que nunca algum homem se interessaria por mim por mais que digam que ninguém fica sozinho no mundo. Depois de adulta, fixei mais esse pensamento e passei a ser eu mesma, com meu jeito tosco de ser. Posso não ser magrinha, não ter um corpo de Panicat (até porque essas mulheres recebem para manter o corpo daquele jeito), posso não agradar todo mundo, mas esse é meu jeito e eu não vou mudar só para todo mundo gostar de mim, até porque isso e impossível! Eu sou assim, mudo se achar que devo mudar, emagreço se acho que devo emagrecer, faço o que acho conveniente e não porque a mídia ou a sociedade está impondo ou querendo impor.

Por isso, jovens (falando assim parece que sou velha xD), façam aquilo que te faz feliz! Seja você mesmo, assuma o corpo que tem, não faça as coisas apenas para ser aceito pela sociedade, faça para ser feliz! Sei que na adolescência, isso é difícil porque queremos a todo custo fazer parte dos populares, queremos nos destacar de alguma forma ou mesmo chamar atenção do sexo oposto. Eu nunca quis me destacar na época escolar, em nada, mas já fingi ser algo que não sou só para tentar conquistar ou chamar atenção de alguém. Logicamente que não durava muito tempo porque eu cansava de fingir, fora que eu achava difícil xD E mesmo fingindo nunca consegui ninguém nessa época, então de nada adiantou.
Uma coisa, quando digo para ser você mesmo, digo para ser você de verdade e não essas p**** louca que sai xingando tudo e todos, sendo mal educado, se achando e se gabando dizendo que é autêntico quando, na verdade, está sendo um completo babaca!

Se eu me considero uma pessoa autêntica? Hm... Não sei... Não sei muito me definir, para falar a verdade. Eu sei quem sou, tenho identidade, não me deixo levar pelos outros. Talvez por isso que tem quem não goste de mim mesmo sem me conhecer... Mas juro que não sou de total desagradável xD Tá, não sou uma pessoa desagradável, mas tem quem se intimida comigo e eu não entendo por quê!

Mas é isso, gente, sejam felizes! Isso é o mais importante! Ser feliz! =)