30 de jul de 2014

Hm...


Hoje eu estava lendo uma matéria e eu não sabia que existia tantas anti-feministas! Li também que, segundo pesquisas, muitas não sabem se são ou não feministas. Eu acho que me encaixo nesse meio ^^'

Algumas pessoas tem ideia errada sobre as feministas, acham que odeiam homens e nem é nada disso. Na verdade, eu mesma tenho "raiva" de algumas feministas radicais. Aliás, tudo que é radical, extremista demais, eu não gosto, independente do movimento. Umas dá realmente a entender que odeiam homens.

Umas coisas que eu sempre questiono são: por que mulher não pode ter o mesmo apetite sexual do homem, sem que ela seja chamada de vagabunda? Por que homem que "passa o rodo" fala mal de mulher que faz isso sendo que é a mesma coisa? Por que mulher quando faz algo, digamos, obsceno, as pessoas falam que "ela não se dá ao respeito"? Só mulher que tem que se dar ao respeito? Homem não pode fazer isso por conta própria?

Sério, essa é uma questão que comecei a questionar faz pouco tempo, se a garota/mulher dança funk, tá lá quase pelada, balançando a bunda e tal, quer dizer que ela não se dá ao respeito? Quer dizer que ela merece que passem a mão nela? Que merece ser estuprada? Por que? Quem falou que ela não se dá ao respeito? Ela simplesmente gosta daquele tipo de dança, se sente confortável fazendo aquilo, não quer dizer que não merece respeito. Ou só as "recatadas" merecem respeito? Os naturistas, estão lá mostrando tudo, também quer dizer que não se dão ao respeito? Não adianta vir me dizer que é diferente, porque é a mesma coisa! A pessoa se sente confortável assim e pronto! Até onde sei e aprendi,  TODOS merecemos respeito!

Uma coisa que defendo é que todos temos os mesmos direitos. É uma pena que as coisas não funcionem bem assim, mas espero que um dia tudo seja igualado. Eu, sinceramente, espero que meu futuro marido, me ajude nos afazeres domésticos, afinal, nós dois estaremos trabalhando e nós dois estaremos usufruindo da casa, logo, nós dois devemos dividir as tarefas domésticas. É sério! Sim, sou dessas! Não, não que eu ache que é errado só a mulher fazer isso e tal, que isso é coisa do passado, que é muito machismo só a mulher fazer isso e blá, blá blá, só acho que temos que dividir porque temos os mesmos direitos. Já vi umas mulheres que se dizem feministas dizendo com orgulho que não sabem fazer nada em casa, que isso de mulher saber fazer todos os afazeres domésticos é coisa do passado e mais um monte de baboseira. Sim, baboseira porque não é questão de ser coisa do passado, saber fazer todos os afazeres domésticos é questão de sobrevivência! Tem umas que falam que quer homem que saiba cozinhar porque ela não sabe, que quer homem que faça isso e aquilo e blá blá bla... Tá, e isso não é errado? Errado é só o homem esperar da mulher? Tá, eu sei que rola muito machismo em relação a "coisas de casa", mas não se pode esperar só dele! Quer direitos iguais? FAÇA JUNTO! Simples, não? Por isso que disse que quero um marido que me ajude a fazer as coisas, assim nós dois podemos descansar juntos ^^

Uma outra coisa que acho nada a ver também, que de nada tem a ver com feminismo, é falar casamento gay ou beijo gay... Pra mim, isso não existe! Beijo é beijo, casamento é casamento! Ou falam casamento hétero e beijo hétero? Se falam eu não estou sabendo. Pessoal faz um auê quando aparece essas coisas na tv... O casal hétero tá lá quase se engolindo e "beijo gay" não pode? Não quer que a criança veja... Tá... Pra começar, novela nem é coisa de criança, então não é nem para deixar ela assistir, o conteúdo não é para ela. Tinha uma menininha na creche que sabia tudo que rolava na novela das 9 e não sabia nada do Carrossel... Sei lá, viu, não posso julgar a educação da menina, só sei que não deveriam deixar ela assistir aquilo.

Outro tópico: religião. Eu já não me considero evangélica, acredito apenas em Deus e na sua grandeza, mas não tenho mais religião. Muitas pessoas confundem não ter religião com não acreditar em Deus e uma coisa não tem nada a ver com a outra. Ter religião não faz ninguém santo, não faz ninguém perfeito (até porque não somos). Se você só vai fazer as coisas certas porque a religião manda, desculpa, mas você é babaca. Brigas por religião é uma coisa tão Zzzzz... Deus é um só! Cada um acredita no que quer e eu vou te respeitar independente da sua religião, mas a partir do momento que vier dizer que sua religião é melhor, aí já estraga! Por que sua religião é melhor se Deus é um só e o que Ele prega é, ou deveria ser, o mesmo em qualquer lugar?

27 de jul de 2014

Casamento


Não, calma, não vou casar ainda xD Até porque, jamais anunciaria uma coisa dessas aqui no blog! Nem no Facebook não vou anunciar...

Ontem fui no Chá de Cozinha de umas das minhas melhores amigas. Foi o primeiro que fui e foi bem legal! Não teve aquelas coisas ridículas que já vi que acontece. Eu estava um pouco chateada quando fui por uma indireta direta que havia lido, mas não rebati na hora porque achei mais sensato fingir que não li e pronto. Mas, graças a Deus, consegui me divertir. Me senti deslocada, claro, mas foi bem legal.

Teve uma brincadeira com as solteiras: no bolo tinha 6 fitinhas em uma delas tinha uma aliança e nas demais tinha um pingentinho de Santo Antônio. Reza a lenda que quem tirar a aliança, vai ser a próxima a casar. Adivinhem quem tirou? É, pois é, fui eu xD
Quando tirei, eu e minha amiga demos tanta risadas e só a gente sabia o por quê! Mas eu explico pra vocês: uma vez eu, de zoeira, fiz um mapa astral em três sites diferentes. Deram umas coisas diferentes em cada um deles, mas uma coisa saiu igual nas três: eu vou me casar rápido! Na época eu achei graça porque nem namorado tinha! Deu a entender que serei impulsiva e tal, só que eu não sou impulsiva, mas vai saber, né?! Não que eu acredite nessas coisas, maaaas.... Tudo é possível =)

Quando me casar não vou sair anunciando, assim como quando começar a namorar, não vou ficar postando fotos e fotos. Povo tem olho gordo e a inveja rola solta, é melhor me manter discreta.
SE acontecer o que uma amiga diz vai ser um sonho bom *-* Mas vamos esperar e não ficar só acreditando em tudo que dizem. Tenho que fazer acontecer também, mas logicamente isso não depende só de mim... Enfim, tudo vai dar certo... Eu sei que vai...

24 de jul de 2014

Amizades


Amigas, nunca fui de ter muitas, desde os tempos escolares sempre andava com duas ou três. Mesmo no pré, eu andava apenas com duas! Inclusive uma delas que me salvou do ataque das formigas u_u

Mesmo hoje em dia, converso com pessoas, mas amigas mesmo são poucas. Duas das minhas melhores amigas, conheci quando ainda estava no Japão. Esse ano fez dez anos que conheço uma delas! Eu sempre me esforço para manter uma amizade desde que eu perceba que realmente vale a pena. Vou atrás uma, duas vezes, se a pessoa não deu bola, eu desisto.

Essa minha amiga tem a minha idade e somos parecidas em bastante aspectos. Inclusive queremos que nossos filhos sejam amiguinhos e eu, brincando, falei pra ela ter um menino, eu tenho uma menina, eles se casam e viramos parentes XD
Ela diz que eu a salvo todos os dias com os e-mails e isso me deixou feliz! Mas ela fez algo ainda mais grandioso: me salvou de uma enrascada grande da minha vida! Sempre digo pra ela que lá no fundo, o inconsciente dela sabia de algo. Sempre a agradeço. Imagina que esse ser "quase" estragou a nossa amizade! Mas nunca que um cara qualquer ia estragar uma amizade tão sólida quanto a nossa! NEVER!

Com a outra amiga já teve umas enroscadas, mas a gente sempre acaba se entendendo. Entre idas e vindas a gente se entende no final. E outra, mesmo que eu quisesse me "livrar" dela, é impossível! Tem um grande elo que nos une e espero que esse elo vingue...

Eu sei que sou uma pessoa difícil de lidar, mas sou leal, falo o que tem que ser dito, sem rodeios! Infelizmente, nem todo mundo quer escutar a verdade. Não faço na maldade, só não sou do tipo que só passa a mão na cabeça. Quando for o caso, eu passo a mão na cabeça, dou carinho, mas se for frescura eu vou dizer! Jamais vou dizer algo só pra te agradar, só porque você quer ouvir. Assim como não vou te elogiar para te agradar. Saibam que nunca faço ou falo só para agradar, assim como não gosto que façam isso comigo. Eu sempre tento me adaptar a pessoa, mas a pessoa também tem que fazer a parte dela, não adianta só eu ceder. Até porque eu não farei isso sempre.

Mesmo com esse meu jeito grosso e tosco, eu sei dar carinho quando necessário, só não sou de demonstrar, aliás, não sei demonstrar tanto quanto gostaria, mas...

Enfim, é isso minha gente! Eu ia escrever mais coisa, mas sono tá batendo aqui ^^'

23 de jul de 2014

^___^


E aí, gente, tudo bem? =)

Não sei bem por quê, mas estou me sentindo bem, me sentindo esperançosa! É, eu sei que tudo vai dar certo, vai ficar tudo bem. 

Não sei se já se sentiram assim, mas sinto um calorzinho gostoso no peito, uma sensação gostosa, boa. Vou me esforçar para que tudo dê certo, afinal, nada acontece do nada. Ainda mais pra mim que sempre tive que me esforçar muito para tudo!

Sei que tudo vai se encaminhar como tem que ser. Só tenho que parar de bobeira e parar de dormir no ponto, deixar de ser acomodada que tudo vai dar certo! Tudo vai ficar maravilhoso e terei uma vida plena de felicidade! Claro, eu ei de ser feliz! Não que eu não seja, mas eu quero ser ainda mais!

Tenho 31 anos e já passei por bastante barras. Sei que ainda passarei por mais e mais, afinal, a vida não é fácil. Se fosse fácil, não teria graça =) Mas bem que poderia ser um pouco menos difícil, eu daria valor do mesmo jeito xD

Enfim, gostaria de falar mais dos meus planos, mas como para dar certo temos que ficar quietos, vou me conter!

Peace!! ^^v 

21 de jul de 2014

Lembranças...


Hoje eu estava lembrando da minha adolescência ou pelo menos o pouco que vivi dela. Eu acho que nunca fui assim, uma adolescente "normal", digamos assim, cheia dos problemas, cheia das revoltas, cheia de frescurite pra cima dos garotos e tal. Talvez seja porque já tinha levado alguns foras e sabia que ninguém ia me querer. E pensando bem, acho que nem eu ia me querer xD

Agora falando sério, eu usava o cabelão na cara, sempre andava com a cara fechada, não dava muita importância quando alguém tentava se aproximar... Quem ia querer ficar com alguém assim? Me fechei tanto que acho que devo ter perdido oportunidades. É, pelo menos um eu sei que perdi. Um japonês que não sei por quê não chegou em mim ¬_¬

Se pudesse voltar no tempo, se eu teria feito diferente? Acho que sim. Esse meu jeito não foi à toa, foi a única "arma" que encontrei para me proteger ou achava que me protegia. Eu afastava as pessoas, logo, estava protegida, era assim que eu pensava.

Não, eu não queria voltar a minha adolescência, apesar de ter vivido pouco tempo como adolescente, não quero voltar. Por que? Porque a época escolar é a época que quero abominar da minha vida. Sim, foi muito ruim, foi péssimo! Estou muito melhor na vida adulta, obrigada.

Pra falar a verdade, acho que não fui uma criança nem adolescente "normal" xD

16 de jul de 2014

Eu


E aí, pessoas! É, pois é, voltei a escrever quase sempre por aqui =)

Hoje vim falar um pouco sobre a minha pessoa. Acho que já falei sobre, mas quero falar de novo.

Bom, eu sou uma pessoa sincera, sensata, direta e honesta. Sim, honestidade sempre. Por isso que odeio quando desconfiam de mim, mesmo que seja na "brincadeira". Sério, jamais brinquem assim, jamais mexam nesse meu lado. Fico extremamente ferrada com isso.

Eu nunca fui do tipo que andava muito com meninas justamente porque nunca me dei muito bem com elas, sempre andei com grupo de meninos, sempre achei bem melhor. Depois que cresci, meio que entendi o motivo: não sou muito menina xD É estranho dizer isso, mas não sou. Nunca fui e continuo não sendo. Mulher tem muito daquelas de ser competitiva com a outra mulher. Quer sair com uma roupa legal, bem maquiada e tal mas para mostrar para outras mulheres. Sim, isso é fato. Já eu, não sou assim e nem entendo isso na verdade. Eu uso aquilo que gosto, que me sinto confortável, que acho que fica bonito em mim e pronto, acabou. Sim, reparo no que as outras estão vestindo, isso é inevitável, mas não fico querendo me mostrar para elas. A nóia que eu tinha antes é o que elas pensariam de mim justamente porque mulher repara demais e por isso já me privei de muita coisa. Mas resolvi não ligar mais e nem reparo mais tanto quanto antes, o importante é ser feliz! =)
Eu nunca me dei muito bem com meninas/mulheres porque, apesar de eu ser mulher, às vezes não as entendo. Sério, tem umas frescuras de mulher que eu não entendo, tento entender, mas não me passa pela cabeça o por quê delas fazerem tal coisa. É, meu lado masculino é maior xD Meu amigo diz que não, eu só não fico fazendo questão de me encaixar no estereótipo feminino que a sociedade impõe, que eu sou especial... Hehe ^^'

Os meus pensamentos, às vezes, acabam soando um tanto quanto quadrado para algumas pessoas. Certinho demais, sabe? Uma pessoa uma vez perguntou se tudo que eu falo, eu sigo porque é um pouco difícil acreditar que exista alguém que seja tão certinha xD Já me criticaram por ser assim, mas o que posso fazer? Eu sou assim, não porque meus pais impuseram, mas porque eu quero e pronto.

Minhas opiniões costumam ser diferente da maioria, logo, se as exponho dá merda. Eu não falo tudo que penso porque também dá merda, mas se eu for falar sou direta e reta. Uma dica: se eu te taquei na cara uma verdade é porque me importo com você, ok?!

Nunca fiz questão que todos gostassem de mim, assim como não faço questão de gostar de todo mundo ou mesmo fingir que gosto. Aliás, nem consigo fazer isso. Se não gosto de alguém, sou apenas educada. Normalmente não sou barulhenta e espalhafatosa e isso, às vezes, acaba passando a imagem de que sou metida e isso não é verdade. Sou apenas tímida. Até eu perder ela, demora e dependendo do caso, demora MUITO.

Eu ia escrever mais coisa, mas eis que fiquei enrolando e o sono bateu! xD
Falou, povo! ^^v

13 de jul de 2014

Personalidade


Olá! Tudo bem? Ehe, acho que nunca comecei um post assim!

Então, eu estava assistindo aos vídeos de um rapaz, achei super por acaso no Youtube e agora estou assistindo sempre. Se quiserem assistir é o EU FICO LOKO , super recomendo ^^v
Tá, voltando ao assunto, assisti sobre personalidade e super concordei com tudo que ele falou. Claro que os estereótipos que ele usou são outros, mas no final é tudo a mesma coisa xD

Todos nós na adolescência tendemos a querer ser o que não somos. Sim, TODOS nós! Não vem querer tirar o seu da reta não porque até eu que sou mais boba já quis fingir o que não sou, principalmente quando o assunto era o sexo oposto. Eu já tentei fazer parte das populares, logicamente não deu certo, nunca que eu seria popular. Tentei ser um monte de coisa, até semi-piriguete. Sério. Tenho vergonha dessa fase... Durou pouco, claro, afinal, isso sai totalmente dos meus padrões, dos meus ideais, dos meus princípios. Sim, por mais que eu tenha sido uma idiota tentando ser o que não sou, eu sempre mantive meus princípios.

Muitos adolescentes tentam ser o que não são porque não sabem o que são. Outros tem o mesmo "problema" que eu tive... Eu sempre soube quem eu sou, mas achava que não seria aceita na sociedade. Sim, essa coisa linda chamada sociedade. Aquela que muitas vezes quer nos impor coisas ridículas e se não acatamos somos chamados de estranhos. Ah, antes que me perguntem: eu não concordo com muita coisa imposta pela mídia e pela sociedade.

Voltando xD Eu sempre tive a personalidade forte, apesar de ter tentado ser muita coisa, nunca fui Maria vai com as outras, nunca. Nunca fiz nada que não tivesse vontade, assim como nunca falei que gostava ou fiz algo só para agradar. Isso mantenho até hoje, então fica a dica: seu eu falei pra você que gostei, é porque realmente gostei, ok?! =)

A minha personalidade é muito diferente da dos meus irmãos e minha mãe percebeu isso desde que nasci. Não é exagero. Segundo ela, dá pra saber! Até meu tio soube! Explicar: a família Kudo, que é a parte da minha mãe, todos tem o temperamento muito forte, então, segundo minha mãe, quando eu nasci e meu tio me pegou no colo, falou "Essa é uma Kudo". E eis que ele acertou xD

Eu achava que ninguém me aceitaria se eu fosse quem sou. Se eu agisse como ajo. Dificilmente dava minha opinião em algum assunto com medo do que as pessoas iam achar de mim por, às vezes, ser diferente da maioria. Até hoje, nem sempre exponho minha opinião, principalmente, em assuntos polêmicos para não criar intriga. No Facebook principalmente, nessa internet linda onde todo mundo é pseudo-intelectual retardado que só enche linguiça com várias palavras bonitas que não usa no dia a dia e que no final de tudo nem falou nada.

Enfim, depois que fiz um negócio chamado treinamento para líderes, mudei meu jeito de pensar e passei a ser realmente eu! Bom, tá, eu já estava sendo eu, mas não totalmente. Tomei mais coragem para eu ser eu. Eu sou isso e pronto! Gostou, ótimo! Não gostou... O que posso fazer? xD

Ninguém é igual ninguém! Somos todos diferentes! Deus nos fez assim! Você pode tentar ser como tal pessoa, mas jamais será como ela! Você será apenas uma cópia fracassada e infeliz! Sim, infeliz por estar guardando o seu eu, aquele eu que Deus fez!

Ainda que adolescente ser assim, eu entendo, mas, infelizmente, muitos adultos ainda fingem ser o que não sou. Muitos chegam na fase adulta e ainda não tem identidade e por isso ficam com inveja de quem já tem e usa o artifício de rebaixar para conseguir se manter por cima e assim fingir que é algo.

Já tentaram me rebaixar sim, eu besta, nem me ligava no que a pessoa estava fazendo. Eu contava algo legal que estava planejando ou qualquer outra coisa e a pessoa fazia questão de cortar meu barato e eu ia relevando mesmo estando incomodada com aquilo. É, nunca me deixei abater, mas incomodava bastante. E eis que um dia conversando com uma amiga, ela me falou que provavelmente essa pessoa sentia inveja de mim porque eu sou autêntica, tenho identidade e não sou, e nunca fui, uma bonequinha moldada pelos pais.

Então pessoas, no que eu quero chegar é o seguinte: seja você SEMPRE! Não se importe com o que a sociedade vai pensar, como a sociedade vai te olhar, não. Seja você! E o mais importante: mantenha seus princípios sempre intactos! Nunca vá contra os seus princípios. Mesmo que zombem dos seus princípios, não mude só para tentar se encaixar na sociedade.

Lembre-se: você NUNCA vai agradar todo mundo, então siga aquilo que você acredita, seja o que você realmente é e seja feliz!! =)


9 de jul de 2014

Seria diferente?


Às vezes me pego pensando como seria minha vida se eu não tivesse ido ao Japão. Eu teria terminado o ensino médio na época que eu teria que ter terminado, mas e aí? O que será que teria acontecido? Uma resposta eu sei: não teria conhecido pessoas maravilhosas que conheço hoje e, consequentemente, nem ele.
Fora que antes de ir pra lá eu estava horrível! Digo, espiritualmente. Não estava vendo graça em nada, nem em viver. Sério. Estava vivendo por viver sem dar um pingo de importância.
Ir para lá me ajudou em muita coisa, mas às vezes sinto que perdi muito tempo da minha vida, sabe? Mas aí eu também não sei se ter ficado aqui teria mudado em algo já que minha vida se resume a trabalho, trabalho e mais trabalho.

Tem horas que sinto um pouco de raiva de mim porque eu meio que me acomodei no meu estilo de vida que é só trabalhar, trabalhar e trabalhar duro. Se estou satisfeita? Nem eu mesma sei... Assim, não estou reclamando porque graças a Deus tenho um sustento, mas será que é para eu continuar mesmo só nisso? Só para esclarecer: sou uma pessoa feliz, ok?!
Como acostumei a só trabalhar direto, me dá a impressão que não sei fazer mais nada, sabe? Tipo, meio que acabo achando que não tenho perspectiva de vida, entende? Parece que sirvo apenas para o serviço "braçal"... Culpa da minha mãe? Não sei, talvez, ela nunca nos estimulou a pegar pesado nos estudos, nunca... Sempre focou a gente mais é no trabalho mesmo.

Em comparação ao que eu era na adolescência, estou bem. Gosto de mim, tô tranquila em relação a algumas coisas.

O que me desmotiva é que nem sempre parece que eu recebo o apoio que gostaria, sabe? Minha mãe acaba me chateando às vezes, ela meio que me desanima toda vez que digo que estou pensando em voltar a estudar... Isso não tá certo.

Mas dessa vez resolvi que vou mesmo voltar a estudar. O problema é que vou "perder" 3 anos da minha vida e se eu resolver fazer faculdade, lá se vai mais 4 anos. Tá, nada de pensar em números! Confessar que estou com um pouco de vergonha na verdade, mas vamos lá!

O que eu sou? Qual o meu futuro? O que estou fazendo é o certo? Tem horas que parece que estou desperdiçando a minha vida... Ah como eu detesto quando dá esses panes na minha cabeça!! O problema maior é que sou relaxada e acabo escolhendo ficar só na minha zona de conforto mesmo >_<

7 de jul de 2014

Coisas e pessoas


Como podem ver, sempre sou super criativa nos títulos dos meus posts! Fazer o quê? xD

Então, pessoas são complicadas, aliás, nós temos a mania de complicar o que poderia ser muito mais simples. Mas não, às vezes pensamos demais no bendito "E se" e acabamos não fazendo nada. Medo de fracassar, medo de errar, medo de perder a pessoa por algum deslize...

Ultimamente, um amigo tem me perguntado algumas coisas sobre relacionamento, ou mesmo vejo algum post sobre e resolvo colocar o meu ponto de vista. Vou falar sobre algumas coisas que aprendi, vejam bem, é a minha opinião, ok?!

Uma das coisas que acho mais importante: seja você mesmo! Sim, nada de ficar fingindo ou disfarçando, seja você! Mostre o que você realmente é! Se a pessoa gostar de você, ela vai ficar. Ela tem que gostar de você como um todo e não só da sua aparência. E aí me dizem "Ah, mas isso não é lá tão fácil, Yah!", eu sei que não, mas ó, dica da tia Yayoi aqui: não tem nada melhor nesse mundo do que poder ser você mesmo! Sério! Eu já fui de querer ser o que não sou e não mostrar esse meu lado, hm, digamos, grossa. Não queria por medo de não gostarem de mim, de ficar sozinha e tal. Mas e aí? Arranjei alguém nessa época? NÃO! Então chegou a época em que eu pensei "Dane-se! Vou ser eu mesma! Gosta quem quiser!" e eis que agora estou aqui! Firme, forte e com alguém que gosta de como eu sou verdadeiramente!

Outro fator importante (tá, acho que tudo vai acabar sendo importante xD): Sinceridade sempre! Sinceridade 100% o relacionamento TODO, começo, meio, enquanto durar. Converse sobre tudo, fale tudo aquilo que acha, mesmo que sua opinião seja diferente. Exponha, mas não imponha!
Não impor é bem importante também! Você gosta que imponham sobre a sua opinião? Não, né? Então não faça com os outros!

 Deixei o que acho mais importante, para o final: CONFIANÇA. Sim, EU, Yayoi Maruyama, acho esse o fator mais importante em uma relação, seja lá qual for. Confiança é a base de tudo. Pra mim, confiança e sinceridade andam juntas! Afinal, sem a sinceridade não há como haver confiança, não tem como surgir isso. Isso tem que partir dos dois! Um tem que passar isso para o outro!
Se a mulher é quem está com medo, que foi o meu caso, cabe o homem conversar e tirar isso dela! Tem que fazer com que ela se sinta segura. Se o homem é quem se sente inseguro, acho que deve ser a mesma coisa, não sei. Agora, se o casal está inseguro, eu aconselho a ficar cara a cara, expor TODOS os medos e juntos achar uma solução. Digo, não seria bem uma solução, seria fazer com que a pessoa não tenha mais esse medo. Vou tentar explicar me usando, mas não que isso tenha necessariamente acontecido: eu falei pra ele que tinha medo que ele se envolvesse com outras mulheres, que eu não fosse o suficiente e ele falou para eu ficar tranquila porque ele não estava à procura de ninguém, que estava sossegado e que gosta muito de mim para procurar alguém. Eu acreditei e aliviei, mas isso só funciona se há o que? Confiança!

Bom, acho que é isso. Eu só posso falar do que eu aprendi nesse tempo aí, nisso que vem acontecendo. Se fosse antes, eu seria mais cética e falaria apenas o que acho, agora eu coloco meu ponto de vista do que vivi e não apenas o que acho.

E e isso! =)

6 de jul de 2014

Então...


Esses dias, depois de ler alguns comentários e postagens infelizes, começou a surgir várias coisas na minha cabeça, várias coisas mesmo.

E então eu tô para tomar uma decisão na minha vida: retomar os estudos! Isso! Para quem ainda não sabe, eu não conclui o ensino médio (antigo colegial) e eu sempre mantive o pensamento que volto quando achar necessário. Não que agora esteja achando, apenas deu na cabeça que eu quero voltar a estudar.

Uma das coisas que mais quero fazer é: ajudar na alfabetização de adultos! É, me dói quando vou tirar cópia de RG e está escrito "Sem Alfabetização". Mas ao contrário de alguns que adoram criticar os analfabetos (como se isso fosse uma opção) e nada faz para reverter esse quadro, eu quero sim fazer a diferença! Por mim? Pra eu me mostrar? Não, claro que não! Me mostrar para quem se eu sou anônima? Mesmo que eu fosse famosa, faria tudo sem os holofotes em cima!

Acho que um ato do bem, jamais deve ser feito para mostrar aos outros, e sim, apenas pra você. Apenas para você se sentir bem com você mesma (o).

Eu ia contar o motivo, mas deixa, ninguém precisa saber do que acho que cheguei a conclusão.

Enfim, é isso! =)


3 de jul de 2014

Oh yeah!


É, pois é! Hoje, depois de ter tido um surto (?) de realidade, tomei uma bela decisão e voltei a ser a pessoa de sempre!!

Weee~~ Demorou, mas finalmente consegui! Ufa! Tava ficando com raiva de mim já! Sério! Eu tava uma pessoa completamente diferente. Tava um tipo de mulher que eu odeio!

Sinto que realmente voltei. Voltei a ser a sensata de sempre. Já chorei demais, me lamentei demais, pensei besteira demais! Chega! Durou mais do que tinha que durar!

Vou deixar estar. Sentir falta, sabe onde me encontrar. Não, não estou me sentindo, estou apenas me valorizando um pouco. Melhor deixar ele resolver o que tem que resolver, colocar as ideias e os sentimentos em ordem. Eu só quero apoiar e não me tornar mais um problema/ preocupação. Quando tudo se ajeitar, eu estarei aqui te esperando para conversarmos e resolvermos da melhor maneira possível! Somos adultos e sensatos, vamos conseguir chegar em um bom acordo =)

1 de jul de 2014

É...


Agora sim! Agora acho que finalmente consegui! Assim, eu tinha conseguido me livrar de metade. Tinha conseguido entender só o lado da saudade, o lado mais chato da coisa tava aqui ainda me enchendo o saco ¬_¬

E eis que desde ontem essa coisa estava me incomodando muito, mas muito mesmo. Incomodando ao ponto de não deixar eu dormir direito! Era a insegurança... Sim, sou insegura e teimosa e acho que vou morrer insegura e teimosa xD
Tá, falando sério agora, por mais que ele diga que gosta de mim, algo lááááá no fundo me incomodava, não me deixava em paz. E isso já estava me deixando irritada, bem irritada na verdade.

Resolvi que desabafar com uma amiga e ela me fez enxergar como sou cabeçuda! Sério! Ela foi falando umas coisas e eu fui despejando tudo o que ele já me falou por diversas vezes e tal e aí me toquei o quão retardada estava sendo! Eu acredito e confio nele, por que dessa insegurança toda? Eu sei que a insegurança é tola, mas eu estava sendo mais dando "ouvidos" à ela.

Comecei a lembrar de cada palavra dele e isso me trouxe segurança de novo. Tudo o que ele falou, não vai escorrer para o ralo só porque estamos um pouco longe, acredito eu. Enfim, o bom é que eu tô bem e acredito que continuarei =)