6 de mar de 2012

Olá! xD





Oi, oi, oi gente! Faz tempo não? O bichinho estava esquecido aqui, coitado xD Mas também, com essa loucura do volta às aulas nem tinha vontade de aparecer por aqui... Eu estava escrevendo fanfic assim mesmo, mas é para me distrair, já que é um tipo de hobby =D
Fora que parei de escrever o que se passa na minha vida e o que penso/acho porque já arranjei muita confusão e cansei disso, melhor me reservar e guardar tudo pra mim.

Rntão, vim aqui mais é para tirar as teias mesmo, já que não tenho nada para contar xD Ah, tenho uma novidade: adotei mais um gatinho *-* O nome dele é Gutinho, segue foto dele pra vocês verem como ele é lindo:


Olha ele aí! Com o Chiquinho e a Nina logo atrás! Peguei ele num petshop perto de casa! Ele é tão lindo, tão ativo, brinca muito com o Chiquinho! O mais engraçado é ele se pendurando na cortina de casa e se balançando xD E ele puxando a planta da minha mãe que tem na sala? xDD Minha mãe fica doida com ele, mas acha lindo. Não tem como não achar *-*

Logo que adotei, não tinha ideia de nomezinho para colocar, aí que um amigo do meu irmão sugeriu "Guto" e adotamos esse nome, mas ele ainda não atende pelo nome, diferente do Chico e da Nina que atendem direitinho.

Quando o Gutinho chegou em casa, o Chico logo o acolheu, já a Nina... ¬¬ Mas enfim, instinto de gato, então é normal, apesar de que a Nina é muito chata xD Igual a dona, né, fazer o quê? xD

Quando o Guto chegou em casa, deu a impressão de que o Chico começou a sentir muito adulto. Começou a não querer mais carinho, ficou com cara de chato e tals, fora que estava muito desobediente. Um dia eu bati nele e dei uma baita bronca, fiquei de mal dele porque ele não me obedeceu. No dia seguinte eu ia falar com ele, mas ele saiu de perto, deixei estar, mas de tarde pedi pra minha irmã o pegar e conversei com ele, aí ele deixou eu dar carinho nele. Nesse mesmo dia, de noite, ele desobedeceu de novo! Eu ia dar bronca nele, mas ele foi esperto e se escondeu, então deixei pra lá. Depois, no dia seguinte, peguei ele pra conversar, falei um monte de coisa pra ele, mas não em tom de bronca, conversei normal como se estivesse falando com uma criança. E não é que funcionou? Ele voltou a ser o Chiquinho de antes, sem a cara de chato! Voltou a ser o Chiquinho bebezinho lindo! Depois falam que animal não entende o que a gente fala... Hunf! O Chiquinho entendeu!

Bom, acho que é só... Tinha uma coisa que eu queria falar, mas não posso... Aliás, poder eu posso, mas é melhor não....

É isso aí! Fui!~