29 de dez de 2010

Estive pensando...


Ontem me peguei pensando numa coisa que faz tempo que não penso: será que alguém realmente um dia irá se interessar por mim? O que eu não tenho que não atraio o sexo oposto? Ou, o que eu tenho que "repele" o sexo oposto? Será que vendo a minha cara dá pra saber que sou chata e mandona? Ou sou tão feia que nem pela "beleza" os homens se sentem atraídos?

Não que eu ache que apenas pessoas bonitas consigam namorado porque quem namora pela aparência e se importa apenas com isso é um tremendo imbecil. Não estou sendo hipócrita de maneira alguma, até porque 2 caras que me interessei não são realmente bonitos por assim dito. Sei lá, ultimamente as pessoas tem "brilhado" pra mim, não sei bem como explicar, acho que é algo que só eu entendo e aos olhos de outras pessoas fica parecendo idiotice minha ou algo assim. Mas eu nem ligo se for idiotice ou não, afinal, não devo nada a ninguém e ninguém precisa me entender, apenas eu entendendo é o que importa.

Por vezes eu acho que ficarei sozinha, por mais que minha mãe diga que isso não existe e basta eu querer. Mas eu quero, pôxa, só que parece não adiantar... u_u

Eu também nem reparo se na rua olham pra mim porque nunca me olharam então acho que agora não está sendo diferente já que os homens parecem gostar apenas das gostosas e eu não sou assim.

Espero então que Deus tenha a minha metade separadinha num lugar especial e que eu venha logo conhecê-lo. Quero formar a minha família, sabe...

27 de dez de 2010

Expectativas


Bom, o ano de 2010, definitivamente, não foi para mim. Digo no lado pessoal, porque o lado profissional está ótimo! E isso me deixa mais do que satisfeita, afinal, daqui a pouco o investimento já se tornará lucro e posso começar a fazer meu pé de meia e assim, começar meus planejamentos pessoais! *-*


Por algum motivo, que nem eu mesma sei, eu me sinto livre. Não sei se tem um motivo ao certo, mas sei que agora não tenho mais com o que me preocupar. Quero dizer, preocupações sempre surgem, mas o que quero dizer é que não preciso mais me preocupar com coisas banais e nem ficar me privando de dar a minha real opinião.


Tenho ótimas expectativas para 2011. Espero que tudo que eu estou planejando, dê certo! Tenho mania de pensar demais nos meus deveres e deixo meus desejos para depois, mas espero conseguir fazer diferente esse ano! Quero por demais ser voluntária, quero ajudar quem realmente precisa e me sentir bem com isso *-* Não quero fazer para me mostrar e nem preciso ser reconhecida, só a satisfação pessoal está mais do que bom! Não preciso de reconhecimento para estar satisfeita, claro que se eu fosse uma funcionária gostaria de ser reconhecida e ficaria feliz com isso, mas logicamente não faria nessa intenção. Mas acho que as crianças e os necessitados reconhecem quando estão sendo ajudados de coração e retribuem o carinho. Se eu puder ter a alegria de ver o sorriso se formar no rosto de uma criança o meu dia estará feito! *-*

Vou fazer uma rapa no meu guarda roupa e doar para o Exército da Salvação  Acho que já fiz isso umas 2 ou 3 vezes ^^ É bom que esvazia o guarda roupa e ajuda quem precisa ^^

19 de dez de 2010

*Q*

Mas o que...


Deve ser photoshop, mas de qualquer forma dá pra ficar pensando besteiras e ... xDDD Não sei se ele tiraria fotos assim e acho que o peito está muito grande para ser dele...

Ainda assim... *Q*

Post de hoje é só isso! xDDD

8 de dez de 2010

Hm...


Uma coisa que eu sempre detestei são pessoas que querem me mudar! Eu não entendo porque tentam fazer isso ao invés de simplesmente me respeitar pelo jeito que eu penso, ajo e outras coisas mais.

Se eu sou moralista ou deixo de ser o problema é meu, certo? Se caso eu perder algo por ser moralista o azar é meu, certo? Eu, muitas vezes, tenho o pensamento, o ponto de vista diferente de algumas pessoas, eu respeito e gostaria que me respeitassem também. Talvez o motivo disso seja porque o meu "mundo" seja "diferente" do que dessas pessoas.

Sempre tem alguém também que vem me encher as paciências porque não quis voltar a estudar e nem tenho interesse por isso e também sempre tem alguém que acha que não conseguirei ser ninguém se ficar só na vida de comerciante. Aí eu pergunto: o que isso tem demais? Tô incomodando na vida de alguém? Tô pedindo informação? Pedi pra se intrometer na minha vida? Tô reclamando da minha vida? Eu estudando ou não, vai fazer diferença na vida de alguém? Qual a resposta pra tudo isso? NÃO   

Por que eu faria uma coisa que eu não gosto? Gastar dinheiro com faculdade, fazer um curso por fazer, e aí? Só daria prejuízo! Se nem meus pais me encheram pra voltar a estudar por que sempre tem um pra falar? ¬__¬ 

Eu não reclamo da minha vida e nunca reclamei, gosto dela e gosto muito do que faço e, graças a Deus, o negócio está crescendo cada vez mais e mais! 

Ontem eu escutei uma musica da Familia Lima que gostei demais e por isso vou colocar a letra aqui:

É tão estranho como as coisas acabam
Indo pro seu lugar
Quando você não tem mais medo de dizer não
Nem de se machucar
Todo mundo acha que é mestrado em como eu devo ser
Se você só quer saber de me mudar dá um tempo
Que eu não mudo por ninguém
Se eu for mudar vai ser por mim não por você
Fala isso, veste aquilo, isso eu não quero ouvir
O que é certo pra você, pode não ser certo pra mim
Meu caminho só eu sei qual,
Quando e como vou seguir
Se escolher errado azar foi eu que escolhi
E eu não mudo por ninguém
Se eu for mudar vai ser por mim, não por você
E eu não mudo por ninguém
Se eu for mudar vai ser por mim, não por você
Pode parecer que é birra
Mas não é birra não
Ah, viver não se explica
Tem que viver
E eu não mudo por ninguém
Se eu for mudar vai ser por mim, não por você
E eu não mudo por ninguém
Se eu for mudar vai ser por mim, não por você. 
 
Sei lá, eu sou eu, não adianta querer me mudar que não vai adiantar! Aliás, só vai me irritar! Se eu mudar é por mim só e por mais ninguém, como a própria música diz. Aliás, eu estou bem diferente do que eu era antes.

Por hora é só u_u
 
 

7 de dez de 2010

Shiranai...


Eu queria postar alguma coisa, mas não sei bem o que... xD
Ah, uma coisa engraçada que aconteceu esses dias: eu estava tirando xerox para um rapaz e ele ficou o tempo todo me olhando, até que solta "Você estudou no Mário Casassanta?" e eu "Não" e ele "Ah, desculpa então. É que você parece com uma garota que eu tava a fim, mas quando eu ia falar com ela, ela parou de ir na escola.". Achei graça do cara ter me contado isso! xD E só pra constar... Eu estudei no Mário Casassanta... Sim, eu menti pra ele! É que eu quero ficar no anonimato, por isso que quando dá eu digo que não estudei lá. Péssimas lembranças, sabe como é  xDD Sei que é mals mentir, mas...
Ele por acaso foi "paquerinha" xD Mas agora nem dá em nada já que ele estava com aliança de noivado.

Mudando de assunto, esse ano aconteceu muita coisa, mas muita coisa mesmo! Algumas eu me arrependo, outras nem tanto e outras não me arrependo nadinha. Alguns acontecimentos eu gostaria de esquecer, apagar completamente da minha memória, mas é quase impossível!

As minhas metas para o ano que vem são: tirar carta de motorista, comprar um carro, fazer trabalhos voluntários e se der, voltar a dançar. Pretendo focar mais em mim porque acho que tem menos perigo de eu fazer besteira. Me preservar mais e nem me meter em mais nada porque além de me ferrar, atrapalho os outros também e isso não é NADA legal u_u

Eu tenho focado tanto só no meu trabalho que "esqueço" de mim. Eu sempre digo que quero trabalhar bastante enquanto ainda sou jovem para depois poder viver mais sossegada, porque só Deus sabe o que já passei. Aí a minha mãe e irmã "Tá, aí você se mata de trabalhar, fica véia e depois? Como fica?". Aí sim eu parei pra pensar "Do que eu adianta eu trabalhar tanto e não aproveitar?", já estou com 27 anos e quero fazer o que gosto e o que sempre tive vontade de fazer. Aproveitar agora, depois de tanto tempo trabalhando no Japão e ter "perdido" minha adolescência, apesar de que, é como já falei, não acho que a perdi, eu adquiri experiência. Não vivi como todo adolescente, mas não tenho do que reclamar sendo que posso fazer muita coisa ainda. Não como adolescente, claro. Mesmo que eu tivesse ficado aqui, o meu pensamento sempre foi diferente do da maioria então nem ia fazer diferença. Até porque o que importa é que faça diferença pra mim e não para os outros.

Eu sempre tive vontade de fazer trabalho voluntário, principalmente trabalhar com crianças. Algumas pessoas falam que a vida é injusta, sendo que pra mim, injusto é a vida dessas crianças, que por imprudência dos adultos, eles não tem o que comer e/ou onde morar. Isso sim, é realmente uma vida injusta. Pesquisei e vi que muitos lugares faz antes um teste ou coisa parecida para ver se você está adepto fisicamente e ,principalmente, psicologicamente. Entrei em contato com um já, fui sincera dizendo que não terminei os estudos e nem tenho nenhum curso, mas gostaria muito de ajudar. Ainda não obtive resposta, mas talvez seja porque estão atarefados para a festa de Natal das crianças.

Sabe, depois do que aconteceu comigo, me deu uma vontade tão imensa de começar a ser voluntária, não sei por quê! Quem sabe a minha cara metade não esteja enfiado numa dessas... xDD

P.S - Pra quem não sabia o que ia escrever até que escrevi bastante! xDD

6 de dez de 2010

...



Pra variar eu nunca sei que título colocar! xD E a imagem também não tem nada a ver com o que vou falar hoje.

Sabem, uma das coisas que eu mais detesto são pessoas que menosprezam o serviço dos outros. Muitos menosprezam o coletor de lixo, o gari, o coletor de papelão e/ou ferro, o pedreiro... Mas será que já pararam pra pensar que se não fossem essas pessoas a cidade ficaria um lixo e ninguém teria casa para morar? Serviço de coletor de lixo não é nada fácil, não é para qualquer um.

Uma vez um cliente viu um cara recolhendo papelão e falou: " Eu tenho nojo dessas pessoas que recolhem papelão! Odeio essa quem faz isso e odeio baiano também!". Eu fiquei com uma cara O____O Isso é coisa que se diga? Pelo menos o cara está trabalhando e não pedindo esmola que é bem mais fácil! Já vi uma mulher e um homem recolhendo papelão juntos e com duas crianças no carrinho, cortou meu coração, mas os admirei pelo fato de não estar usando as crianças para pedir esmola.

Algumas pessoas se acham melhores por estarem fazendo uma faculdade. Eu não entendo por quê!

Eu admiro e respeito quem gosta de estudar, consegue se formar e se torna um profissional digno. Mas também quero que me respeitem pelo fato de eu não querer estudar. Fui para o Japão sem terminar o colegial, voltei pra cá e nem por isso terminei. Por que? Não vi necessidade. Estou com meu próprio serviço, eu paguei pela papelaria, um pedaço disso aqui é meu! E se eu sentir que preciso voltar a estudar eu volto sem problemas, mas até lá, não gosto que me forcem ou me critiquem pela minha opção.

Uma outra coisa que não gosto também é quando criticam, falam mal das pessoas que vem do Norte para São Paulo. Ninguém tem o direito disso, afinal, eles não vieram pra cá à toa, vieram com um sonho, vieram achando que iam conseguir mudar de vida. Muitos deixam a família lá e tentam a vida aqui. Alguns conseguem, outros não e ,por vezes, acabam virando mendigos por não terem nem condições de voltar de onde saiu.

Mendigo eu não ajudo, mesmo se for criança porque sei que tem adulto por trás. Mas se me pedir comida, se der, eu ajudo.

Nem sempre quem "estraga" São Paulo são os nordestinos...

Não tenho muito o que falar, na verdade eu até tenho, mas não o farei porque acho que tem coisas que tenho que guardar apenas para mim. Por mais que eu queira ser sincera, algumas coisas eu prefiro engolir, abstrair e continuar assim. Não acho que isso seja falsidade nem nada do tipo, só acho que nem sempre tenho que revelar tudo que penso ou acho sobre coisas e/ou pessoas.

5 de dez de 2010

Tired


Aiaiaia, essa semana o movimento da papelaria foi tão intenso que me deixou cansada! xD Logicamente que não estou reclamando porque isso me deixa MUITO feliz, não o ficar cansada, claro! xD

A semana toda de noite eu não estava mexendo no PC devido ao cansaço, então eu só ficava brisando na frente da TV e ia dormir antes da meia noite, nem escrever fanfiction eu tenho tido tempo, mas isso é mais do que ótimo!

É tão bom ver o movimento da papelaria crescer mais e mais e ver os clientes saindo satisfeitos e sempre voltando porque sabem que lá vão encontrar o que precisam. Ano passado, muita coisa que os clientes procuravam não tinha, mas esse ano está bem diferente, dificilmente dizemos "Não tem!". Aos poucos vamos sempre colocando produtos novos e agradando o cliente sempre que possível, logicamente que nem sempre conseguimos, mas fazemos o máximo xD

Bom eu ia falar de mais coisa, mas já esqueci xD Assuntos acumulados da semana não rola! xDD

Por hoje é só people! Bye até algum dia!!